2011/06/07

Médicos dizem que lavrador que estuprava e matava mulheres é psicopata


Maníaco foi preso na semana passada na região; ele mudava de endereço a cada crime
Médicos que estudam o caso do lavrador Vítor Donizete Pereira, de 49 anos, preso na semana passada depois de confessar o estupro de cinco mulheres e a morte de duas delas, dizem que ele tem todas as características de um psicopata. Segundo o psiquiatra João da Frota Vasconcelos, só alguém com problemas mentais é capaz de cometer tantos crimes seguidos. Os crimes aconteceram entre o fim de 2009 e janeiro deste ano, nas cidades de Machado, Paraguaçu, Elói Mendes e Campos Gerais, onde uma das mulheres vítimas do estupro foi assassinada. O outro homicídio foi no dia 8 de dezembro de 2009, em Machado.

Vítor disse à polícia que é viúvo e tem oito filhos. A cada crime, ele mudava de endereço. Em alguns casos, a aparência humilde ajudava no momento de abordar as vítimas, que conforme a investigação, eram escolhidas aleatoriamente. Em Campos Gerais, onde Vítor estuprou e matou uma jovem de 21 anos em janeiro deste ano, ele morava em uma casa na zona rural, próximo à cidade. O imóvel foi alugado sem contrato e ele pagou alguns aluguéis adiatados como garantia. Depois do crime, ele não voltou ao local, que foi abandonado com móveis, um carro e animais. Segundo a polícia, de lá ele fugiu para Campestre.

Apesar de ter confessado os estupros e as mortes, a polícia acredita que mais vítimas do maníaco possam aparecer. A pena para crimes como os praticados pelo lavrador é de 30 a 40 anos de prisão.

Primeira morte
O homicídio aconteceu em 8 de dezembro de 2009. A empregada doméstica Nilcéia de Oliveira, de 36 anos, saiu para trabalhar e não voltou. Após buscas da família, o corpo foi encontrado em um matagal semi nu e com marcas de estrangulamento, além de hematomas no rosto provocados por socos. O crime foi em Machado, no bairro rural Barreirinha.

Segunda morte

O último estupro seguido de morte, foi no dia 7 de janeiro deste ano. Marli Aparecida, de 21 anos, também empregada doméstica, foi encontrada morta pelo irmão, na Comunidade dos Macacos, na zona rural de Campos Gerais, no meio de um matagal. Ela estava com uma blusa enrolada no pescoço, hematomas nos olhos e um corte em uma das mãos. A vítima foi encontrada semi-nua a 400m do local de onde ela tinha sido vista pela última vez.FONTE: EPTV.COM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM VINDO

Prezado amigo(a), para nós é uma satisfação a sua visita em nosso blog. Este blog é uma amostra das matérias que circula no Jornal Sul Mineiro. Nas coberturas do Sul Mineiro sempre daremos uma nota aqui. O Jornal Sul Mineiro, Turismo, Negócios e Informações, está na região desde de 2002, ou seja, 10 anos, fazendo um trabalho transparente, honesto e com credibilidade. Tive ao meu lado a minha filha Juliana que foi minha Secretária no início que me ajudou muito. Hoje conto com o apoio enorme da minha esposa Rosy que é Secretária Executiva. O jornal nestes 10 anos sobreviveu graças o apoio das Prefeituras, Câmaras Municipais e Comerciantes, pois o Sul Mineiro é distribuído gratuitamente aos leitores. Sempre procuramos oferecer nossos serviços com transparência e honestidade. Por isso agradecemos sua visita e pedimos que sempre dê uma olhadinha em nosso blog para conferir as novidades.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
BAEPENDI, sudeste/Minas Gerais, Brazil
LOJA DE NOIVA COMPLETA
Ocorreu um erro neste gadget