2014/02/27

BAEPENDIANO ANTÔNIO JOSÉ DE BARROS LEVENHAGEM TOMA POSSE COMO NOVO PRESIDENTE DO TST


O ministro Antonio José de Barros Levenhagen acaba de ser empossado presidente do Tribunal Superior do Trabalho para o biênio 2014-2016. Após assumir o cargo e tomar seu lugar à mesa de honra da sessão solene, o novo presidente deu posse ao novo vice-presidente, ministro Ives Gandra Martins Filho, e ao novo corregedor-geral da Justiça do Trabalho, ministro João Batista Brito Pereira.

Participam da solenidade o vice-presidente da República, Michel Temer, o presidente do Senado Federal, senador Renan Calheiros, o presidente do Superior Tribunal de Justiça, ministro Félix Fischer e do Superior Tribunal Militar, ministro Raymundo Nonato de Cerqueira Filho, e do Tribunal de Contas da União, Augusto Nardes, os ministros do Supremo Tribunal Federal Gilmar Mendes e Carlos Ayres Britto (aposentado), o advogado-geral da União, Luís Inácio de Lucena Adams, e o procurador-geral do Trabalho, Luís Antônio Camargo de Melo.

FONTE: Secretaria de Comunicação Social
Tribunal Superior do Trabalho
Tel. (61) 3043-4907
imprensa@tst.jus.br

2014/02/26

Agentes da Polícia Federal de Varginha fazem paralisação por 2 dias


Vinte agentes cruzaram os braços em frente à delegacia em apoio à classe.
Movimento nacional reivindica mais investimentos e valorização da PF.

Agentes da Polícia Federal de Varginha (MG) estão paralisados nesta terça-feira (25). Durante a manhã, os policiais cruzaram os braços em frente à delegacia em apoio ao movimento nacional que reivindica mais investimentos e valorização da classe. Cerca de 20 agentes dos 30 que trabalham na sede em Varginha permanecem em greve até esta quarta-feira (26).
"Existe um enfraquecimento, existe um corte de verbas, e existe uma desmotivação generalizada principalmente na desvalorização da carreira dos agentes federais”, disse um dos agentes da Polícia Federal, Josias Fernandes, que participava do movimento.

Com a paralisação, apenas os serviços relacionados ao passaporte estão sendo feitos na cidade. "Este serviço está praticamente terceirizado e é prestado hoje por servidores contratados. Mas os demais serviços, como registro de armas, fiscalização de segurança privada e principalmente as investigações estão paralisadas hoje e amanhã”, explicou Fernandes.

O Ministério da Justiça foi procurado para falar sobre as reivindicações dos agentes da Polícia Federal, mas não deu um retorno sobre o assunto.

Agentes da Polícia Federal de Varginha fazem paralisação em frente à delegacia (Foto: Tarciso Silva / EPTV)
Agentes da Polícia Federal de Varginha fazem paralisação em frente à delegacia (Foto: Tarciso Silva / EPTV)Paralisações em fevereiro
No dia 11 de fevereiro, a manifestação aconteceu na Praça Marechal Floriano, no Centro de Varginha. Os policiais vestiram a estátua do ET, símbolo da praça, com uma camisa com os dizeres "S.O.S Polícia Federal". Fazendo uma alusão de que a PF no Brasil estaria doente, os policiais também se enfaixaram e usaram uma maca.

saiba mais

Policiais federais vestem ET e usam maca em protesto em Varginha, MG Agentes da Polícia Federal fazem 'algemaço' na sede em Varginha, MG Os policiais já haviam feito uma paralisação no dia 7 de fevereiro e um ‘algemaço’ em frente à sede da PF em Varginha, entre as 8h e 10h, para pedir mais reconhecimento e valorização do trabalho. No protesto, os agentes penduraram os coturnos e as algemas na porta da sede da Polícia Federal na cidade.

De acordo com os agentes, a paralisação faz parte de um calendário nacional durante o mês de fevereiro para reivindicar melhorias na categoria. De acordo com a assessoria de imprensa da Polícia Federal, o movimento não descarta uma greve geral antes da Copa do Mundo, em junho deste ano.
Do G1 Sul de Minas

CEMIG INICIA TEMPORADA DE SOLTURA DE PEIXES NOS RIOS DO SUL DE MINAS



O mês de fevereiro registra o início da temporada 2014 de peixamentos no Sul de Minas. A soltura de peixes alevinos e juvenis é promovida pela Companhia Energética de Minas Gerais – Cemig, através do Programa Peixe Vivo, criado para preservar a ictiofauna nas bacias hidrográficas onde a Empresa tem usinas. Até meados de maio, será realizada a soltura de aproximadamente 2 toneladas de peixes de espécies nativas da Bacia do Rio Grande, em rios de 14 municípios da região.


O primeiro evento desta temporada aconteceu nesta terça-feira, 25 de fevereiro, com a soltura de 40 quilos de alevinos das espécies curimba, piau, piracanjuba e dourado no Rio Aiuruoca, em São Vicente de Minas.

Todos os eventos estão sendo realizados com a parceria das prefeituras municipais e Polícia Militar do Meio Ambiente, e contam com a participação de escolas e da comunidade local.

Pesquisa e Desenvolvimento: parceria Cemig e UFSJ

A Cemig conduz trabalhos de pesquisa e desenvolvimento para aperfeiçoar o conhecimento, as práticas e as tecnologias de proteção ambiental nas áreas impactadas por suas atividades, franqueando ao público os resultados.

Em parceria com a Universidade Federal de São João Del Rei - UFSJ, a Cemig amplia o conhecimento através do projeto: “Desenvolvimento de ferramentas moleculares (DNA) para monitoramento ambiental de peixes e plantéis de piscicultura”.

Este projeto busca desenvolver ferramentas moleculares baseadas em marcadores genéticos para espécies de interesse nas atividades de gerenciamento e manejo da icitofauna em reservatórios de usinas hidrelétricas e estações de piscicultura da Cemig, como piapara, piracanjuba e dourado.

IBI – Índice de Integridade Biótica (Index of Biotic Integrity)

Estudos recentes sobre a qualidade ambiental de lagos e rios vem atribuindo maior importância às relações que os fatores ambientais exercem sobre as comunidades biológicas.

O IBI é uma ferramenta utilizada hoje para avaliar qualidade ambiental e diagnosticar degradação ambiental em gradientes de condições, com base nas respostas das comunidades biológicas aquáticas, notadamente peixes e macroinvertebrados bentônicos (pequenos invertebrados que vivem no fundo de ambientes aquáticos) em relação às pressões antrópicas.

Essa abordagem, amplamente utilizada nos Estados Unidos e na União Europeia, atribui uma "nota" relativa ao grau de conservação dos cursos d'agua, variando de ‘muito ruim’ até ‘o mais preservado possível’ (Macedo et al., 2012). Esta avaliação considera, portanto, cenários onde o uso e ocupação do solo, integridade de zonas ripárias, diversidade de hábitats físicos, condições limnológicas e estrutura/distribuição de comunidades biológicas bioindicadoras de qualidade de água oferecem informações estratégicas de grande interesse para a gestão de bacias hidrográficas e conservação da biodiversidade.

Desenvolvimento de tecnologia para avaliação de características natatórias da ictiofauna migradora brasileira: parceria entre Cemig e UFMG

O projeto “Desenvolvimento de tecnologia para avaliação de características natatórias da ictiofauna migradora brasileira” é desenvolvido em parceria entre Cemig e UFMG através dos seus departamentos de engenharia hidráulica e zoologia.

Este projeto visa ampliar o conhecimento sobre o comportamento de espécies migradoras no médio rio Grande e no rio Paranaíba por meio da utilização de biotelemetria (CTPeixes). No médio rio Grande, estão sendo estudadas as espécies Prochilodus lineatus (curimba), Salminus brasiliensis (dourado) e Pimelodus maculatus (mandi). No rio Paranaíba as espécies alvo são Zungaro jahu (jaú), Pesudoplatystoma corruscans (pintado) e Pinirampus pirinampu (barbado). Também busca medir a capacidade natatória de oito espécies migradoras das bacias do Paraná, São Francisco e rio Doce (CPH), a saber : Brycon orthotaenia, Salminus franciscanus, Astyanax bimaculatus, Leporinus conirostris, Prochilodus vimboides, Leporinus octofasciatus, Leporinus elongatus,Pseudoplatystoma corruscans.

Em parceria com a UFMG, a Cemig também desenvolve o projeto: “Avaliação de risco e morte de peixes em usinas da Cemig”, além de outros projetos voltados à manutenção da variedade genética e à manutenção ou incremento da disponibilidade pesqueira.

Com informações da CEMIG / O POPULAR.NET

Ex-prefeito e cantor Milionário são condenados por fraude em show

Superfaturamento teria acontecido em 2006 em Santa Rita do Sapucaí, MG.
Custo seria de R$ 33 mil, mas prefeitura deu cheque no valor de R$ 57 mil.

A Justiça de Santa Rita do Sapucaí (MG) condenou em primeira instância o ex-prefeito Ronaldo de Azevedo Carvalho e Romeu Januário de Matos, o cantor Milionário, por superfaturamento de um show da dupla "Milionário e José Rico", em maio de 2006. A apresentação, que aconteceu em comemoração ao aniversário da cidade, teria custado R$ 33 mil, mas foi pago com um cheque da prefeitura no valor de R$ 57 mil.

Além do ex-prefeito e de Milionário, também foram condenados Carlos Eduardo Caires, responsável pela Via 7 Comunicação e Publicidade, empresa que contratou o show, e André Renato Martins, que agenciou o evento. De acordo com o Ministério Público, o valor chamou atenção porque na mesma época a dupla recebeu R$ 33 mil para se apresentar em outros municípios do Sul de Minas. Na época, o recibo da apresentação saiu em nome da empresa Via 7, que é de Americana (SP).

“Essa condenação já era esperada até porque os autos eram evidentes com relação aos crimes que eles praticaram”, afirma o promotor Francisco Eugênio Coutinho do Amaral.

Promotor afirma que provas de superfaturamento em show são evidentes (Foto: Erlei Peixoto/EPTV)
Promotor afirma que provas de superfaturamento em show são evidentes (Foto: Erlei Peixoto/EPTV)De acordo com o promotor, os envolvidos também respondem por uma ação civil pública. “A ação por improbidade administrativa já foi julgada em primeira e segunda instâncias e o Tribunal de Justiça manteve a decisão condenando todos eles a ressarcir os cofres públicos. Não só nos valores que eles receberam a mais, mas também foram aplicadas multas no valor que eles receberam, além da inelegibilidade por 8 anos”, explica.

Documento foi assinado pelo cantor Milionário em Mogi-Mirim (Foto: Reprodução EPTV)
Documento foi assinado pelo cantor Milionário
em Mogi-Mirim (Foto: Reprodução EPTV)O show da dupla sertaneja aconteceu no estádio municipal e reuniu milhares de pessoas. A dupla foi a principal atração da noite. Em depoimento ao Ministério Público, o cantor Milionário disse que o contrato firmado com a prefeitura era de R$ 33 mil e que, após o show, ele foi procurado por um homem a mando do prefeito que pediu que ele assinasse um documento com um valor maior. A declaração foi assinada na chácara do cantor, em Mogi-Mirim (SP).

Nesta primeira instância, Milionário foi condenado a um ano e seis meses, em regime aberto, mas a pena foi substituída por restrições de direitos e 10 salários mínimos a uma entidade social de Santa Rita do Sapucaí. André Renato pegou um ano e 10 meses em regime aberto e teve a pena revertida em restrições de direitos e nove salários mínimos. Carlos Eduardo, responsável pela empresa, pegou quatro anos em regime aberto, também revertidos em restrições de direitos e oito salários mínimos, além de dois anos de serviços comunitários.

Já o ex-prefeito Ronaldo de Azevedo Carvalho foi condenado a seis anos em regime semiaberto, mas como ele já tem mais de 70 anos, a pena foi reduzida para cinco anos e oito meses. O ex-prefeito disse que pretende recorrer da decisão.

André Renato Martins, responsável pela venda do show da dupla sertaneja, alegou que ele e o cantor Milionário são inocentes. Carlos Eduardo Caires, responsável pela empresa de eventos, também foi procurado, mas não foi encontrado para falar sobre a decisão.

Aconteceu nos dias 20 e 21 de fevereiro de 2014 no Centro de Convenções da Universidade Federal de Lavras (UFLA), o “Seminário Nacional de Inovação e Governança em Tecnologia da Segurança Pública”

O evento foi promovido pela Polícia Militar em parceria com a Universidade Federal de Lavras e contou com a presença de várias autoridades dentre elas, o Coronel Márcio Martins Sant´Ana, Comandante-Geral da Polícia Militar de Minas Gerais, Coronel PM Luís Rogério de Assis, Comandante da 6ª Região da Polícia Militar, o Dr. Jésus Trindade Barreto Júnior, Chefe Adjunto Institucional da Polícia Civil de Minas Gerais, o Prefeito de Lavras Dr. Marcos Cherem, o Promotor de Justiça Dr. Eduardo de Paula Machado, o Cel PM Edvaldo Piccinini, Vereador na cidade de Belo Horizonte, o Cel PM César Braz Ladeira, Presidente da União dos Militares de Minas Gerais (UMMG), o Cel PM Célio Fonseca Furtado, Presidente do Núcleo da UMMG-Lavras, o General de Brigada Luiz Carlos Pereira Gomes, Comandante da Escola de Sargentos das Armas (ESA), do Ten Cel PM Antônio Claret dos Santos, Comandante do 8º Batalhão, dentre outras.

Na abertura oficial do evento, ocorrida no dia 20, o Magnífico Reitor da UFLA, Dr. José Roberto Soares Scolforo, deu as boas vindas a todos, ressaltando a importância da parceria entre UFLA/PMMG, destacando que a Universidade é a primeira universidade do Brasil a ter um Posto de Policiamento da Polícia Militar dentro do seu campus, e que se hoje essa parceria acabasse teria um grande problema para resolver, pois os mais de 13 mil alunos que ali estudam seriam os primeiros a reivindicar a permanência da PM dentro do campus tendo em vista a grande aceitação e a segurança que a PM tem ofertado a todos. O Comandante da 6ª Região da Polícia Militar, Coronel Luís Rogério, dirigiu suas palavras de boas vindas ao público presente e também enfatizou a exitosa e salutar parceria entre a Polícia Militar e a UFLA.

Na sequência o Coronel Márcio Martins Sant´Ana, Comandante-Geral da Polícia Militar de Minas Gerais, proferiu uma palestra sobre a “Inovação e Governança na Polícia Militar de Minas Gerais”.

Em seguida o público presente assistiu à palestra do Chefe Adjunto Institucional da Polícia Civil de Minas Gerais, Dr. Jésus Trindade Barreto Júnior, intitulada “Inovação e Governança na Polícia Civil de Minas Gerais”.

Na parte da tarde, foi a vez do empresário e analista de sistemas de informação, Coronel da Reserva do Exército, especialista em armamento, guerra eletrônica, governança, riscos e compliance, Sr. João Rufino de Sales a ministrar a palestra sobre o “Sistema Integrado de Segurança Pública Móvel”.

“Netnografia e o Monitoramento das Mídias Sociais: Contribuições para a Articulação dos Sistemas de Segurança Pública no Brasil”, foi o tema da apresentação do Ten Cel Humberto Sá Garay, Ex-Comandante da Academia de Brigada Militar do Rio Grande do Sul, Mestre em Ciências Criminais – PUC/RS, Especialista em Políticas e Gestão de Segurança Pública – UFRGS.

Já o Coronel, Paulo Leonardo Benício Praxedes, Assessor de Tecnologia da Informação da Coordenadoria Estadual de Combate aos Crimes Cibernéticos do Ministério Público de Minas Gerais, explanou sobre “As Mídias Sociais na Promoção da Segurança Pública”

Fechando o primeiro dia de trabalho, o Coordenador do Sistema de Segurança e Credenciamento do Departamento de Segurança da Informação do Gabinete de Segurança Institucional da República, General Marconi dos Reis Bezerra, apresentou o tema “Segurança e Defesa Cibernética no Contexto da Administração Pública Federal”

No dia 21 os participantes do seminário assistiram a seis novas palestras. O Ten Cel PM Antônio Claret dos Santos, Comandante do 8º Batalhão abriu os trabalhos proferindo a palestra “Planejamento estratégico, Software Executivo, Qualidade no Atendimento e Inovação aberta aos novos conceitos aplicados na Segurança Pública no 8º BPM”.

Na sequência o público assistiu às palestras “Parcerias Públicas e Privadas na Segurança Pública”, proferida pelo Chefe da Divisão de Ensino da Polícia Militar de Santa Catarina, Ten Cel PM João Alfredo Ziegler, “A Inteligência de Segurança Pública (ISP): Essência para a inovação e governança e Segurança Pública”, ministrada pelo Ten Cel PM Antônio José Martins Fernandes, Seção de Inteligência do Estado Maior da Polícia de Minas, “Designer contra o Crime”, ministrada pelo Coordenador da Unidade de Inovação e Design da Agência Brasileira de Promoção das Exportações e Investimentos – Apex Brasil, Sr. Marco Aurélio Lobo, e “Superando o Mito do Espantalho – Uma Polícia Orientada para a Resolução dos Problemas de Segurança Pública” apresentado pelo Maj PM Jorge Eduardo Tasca, membro do Estado-Maior da Polícia Militar de Santa Catarina (PMSC) e doutorando em Engenharia de produção da UFSC.

Encerrando o ciclo de palestras, o Superintendente do Instituto Euvaldo Lodi de Santa Catariana, Sr. Natalino Uggioni apresentou o tema “Gestão de Inovação e Segurança Pública”.

Segundo o professor, Alan Kardec, natural de Belo Horizonte e participante do seminário, o evento foi de altíssima qualidade e valeu a pena deslocar-se da capital para assistir as palestras na cidade de Lavras.

O Cel PM Luís Rogério de Assis, Comandante da 6ª Região da Polícia Militar, fechando o evento agradeceu a participação de todos os presentes, enaltecendo o excelente trabalho realizado pela Comissão Organizadora do Seminário e a importância do evento para as comunidades assistidas pela Polícia Militar.

2014/02/25

CARNAVAL EM BAEPENDI, VEJAM PROGRAMAÇÃO...


href="http://2.bp.blogspot.com/-9kts_66UrZo/Uwz0ZLSJeNI/AAAAAAAAVwk/zf-9ysIeAow/s1600/img0001.png" imageanchor="1" >

'Pelo menos ele não ficou como bandido', diz mãe de professor morto



Pelo menos meu filho não ficou como bandido", foi o que disse Dona Adélia Madeira, mãe de Silmar Madeira, após o Departamento de Investigações sobre Crime Organizado (Deic) confirmar que o professor foi feito refém durante a ação que deixou oito assaltantes mortos em Itamonte (MG). Segundo o delegado Ruy Ferraz Fontes, a vítima de 31 anos, morto durante o tiroteio entre a polícia e os criminosos, foi usado como escudo por um dos assaltantes.

"Meu filho trabalhava em dois serviços. Graças a Deus ele era trabalhador", complementa Dona Adélia. A irmã de Silmar, Silvia Madeira Marques da Silva, revela alívio, apesar da perda. "Isso muda tudo, porque agora as filhas dele vão crescer e ir para a escola sabendo que o pai não era um bandido", desabafa.

O professor dava aulas de técnicas em segurança do trabalho e também coordenava o curso técnico no Educandário São Francisco de Assis, em Itamonte, há 8 anos. Durante o dia ele trabalhava em Passa Quatro (MG) em uma empresa também de segurança do trabalho. Ele morava com os pais em Itanhandu (MG) e deixou duas filhas, uma de 6 anos e outra de 6 meses, que eram de outro relacionamento.

Na noite do tiroteio, Silmar tinha ido até a casa da namorada, em Itamonte. O tio dela, que não quis se identificar, conta que os dois saíram naquele sábado (22). "Ela foi a última a sair com ele naquela noite. Eles estavam em um restaurante e chegaram em casa entre 1h30, 2h30. Ele a deixou no portão de casa e foi embora", afirma. Na ação realizada em Itamonte, testemunhas disseram que o professor foi rendido por um dos bandidos em fuga, que tomou o carro do professor e o levou como refém.

Isso muda tudo, porque agora as filhas dele vão crescer e ir para a escola sabendo que o pai não era um bandido"Silvia Madeira, irmã de professor morto em tiroteio"Silmar era refém da situação", disse o delegado em etrevista ao G1. Ruy Ferraz, que é responsável pela Divisão de Crimes Contra o Patrimônio do Deic, ressaltou que o tiroteio ocorreu à noite, às margens de uma estrada e em uma área de matagal. "Foi um tiroteio intenso, que durou 25 minutos, uma situação de guerra. Para nós, todos eram criminosos naquele momento", disse o delegado.

Ruy disse acreditar que o tiro que matou o professor foi dado por um criminoso, porque o buraco do ferimento estava nas costas do professor. Entretanto, ele ressaltou que apenas a perícia vai definir quem foi o responsável pelo disparo.

Comoção na escola

Na turma de segurança do trabalho, em Itamonte, a noite desta segunda-feira (24) foi de orações ao invés de aula. Alunos e professores estavam emocionados com a morte de Silmar. "Ele era muito focado no trabalho. Era a vida dele", conta o designer Áthila Domingo Costa.

Alunos de escola onde professor morto dava aulas, em Itamonte, fazem orações (Foto: Reprodução EPTV)A coordenadora da escola, Lúcia Lopes, também lamentou a perda do colega de trabalho. "Esse é o pior momento que estou passando na escola. Porque além de professor, ele era um amigo", diz.

O corpo do professor foi sepultado na tarde de domingo (23), em Itanhandu.

A perícia da Polícia Civil identificou os corpos dos suspeitos mortos durante operação em Itamonte, quando a polícia rendeu a quadrilha que explodiu um caixa eletrônico na cidade. Dos nove mortos na operação, três eram de Mogi das Cruzes (SP), quatro de São Paulo (SP), um de Campinas (SP), e o professor de Itanhandu, feito refém durante a fuga dos criminosos e que morreu baleado.

Até esta segunda-feira, cinco corpos continuavam no IML de São Lourenço (MG) sem identificação. Todos foram liberados para os familiares. Um décimo suspeito, morto durante troca de tiros com a polícia quando tentava fugir pela Via Dutra, em São José dos Campos (SP), era de São José do Rio Preto (SP).

De acordo com o Capitão da Polícia Militar, Marcelo Borges, a segurança foi reforçada em toda a região à procura de suspeitos que ainda possam estar escondidos no Sul de Minas. "Não acredito que haja alguém escondido no matagal próximo a Itamonte, mas existe ainda a possibilidade de criminosos estarem escondidos na região, e o policiamento foi reforçado. Pedimos apoio da PM de São Lourenço, Pouso Alegre (MG) e Belo Horizonte (MG)", disse.

Seis pessoas detidas durante a operação no sábado (22) continuam presas, uma no Presídio de São Lourenço, quatro na Penitenciária Nelson Hungria, em Contagem (MG), e o sexto suspeito em São José dos Campos (SP).

Prisão em Cambuquira

Um suspeito de ter envolvimento com a quadrilha de assaltantes que trocou tiros com a polícia em Itamonte foi preso em Cambuquira (MG) no domingo. Segundo a Polícia Civil, a Justiça determinou a prisão preventiva do homem de 26 anos para ampliar as investigações. A principal hipótese é de que ele estivesse em rota de fuga após a ação do último sábado, que terminou com a morte de nove pessoas.

De acordo com a Polícia Civil, o suspeito deu entrada no hospital de Cambuquira, por volta das 9h de domingo, desorientado, exausto e com um ferimento no braço direito. Ele alegou à equipe médica que havia se envolvido em uma capotagem, mas não soube passar nenhum outro detalhe. Os funcionários do hospital ficaram desconfiados e chamaram a polícia. Após alguns exames preliminares, a conclusão foi de que os ferimentos, provavelmente causados por arma de fogo, não condiziam com a história contada pelo paciente.

Após atendimento médico, o homem foi levado para a Delegacia de Três Corações (MG), onde prestou depoimento. Natural de Miracema (RJ), o suspeito disse que sofreu um acidente em Caxambu (MG) enquanto ia para o trabalho, mas após investigação, foi constatado que não houve nenhum acidente no local. O suspeito, que tem várias passagens pela polícia e um mandado de prisão em aberto, foi encaminhado para o Presídio de São Lourenço (MG).

Policiais na frente de Presídio de São Lourenço, MG (Foto: Tarciso Silva / EPTV)
Suspeito preso em Cambuquira foi levado para o Presídio de São Lourenço, Para o delegado responsável pelo caso, João Euzébio Cruz, de Pouso Alegre (MG), há fortes indícios de que o suspeito faz parte da quadrilha de assaltantes. "Ele não consegue explicar as razões de estar em Cambuquira. É um elemento completamente estranho na região e, por isso, está sendo investigado", afirma.

Segundo a Polícia Militar, homens em uma caminhonete prata teriam ido a um hotel de Cambuquira perguntando sobre o suspeito. O dono do hotel informou ao grupo que o homem tinha ido para o hospital com envolvimento da polícia. O bando foi embora após a informação.

Um suspeito foi morto e outro preso após fazerem um empresário de Itamonte refém durante uma tentativa de fuga no final da noite de domingo. Eles estariam escondidos na cidade após a ação policial na madrugada de sábado.

De acordo com os policiais, os criminosos renderam o empresário e o levaram de carro em direção a Caçapava (SP), quando foram perseguidos pela polícia. Já em São José dos Campos (SP) eles foram rendidos e durante uma troca de tiros, um dos suspeitos foi baleado e morreu. Um sargento da Polícia Militar também ficou ferido por dois disparos

POLICIAL RODOVIÁRIO DE CAXAMBU MORRE ATROPELADO EM BLOQUEIO NA FERNÃO DIAS



O Policial Rodoviário Federal César Gama Cruz, faleceu na manhã deste domingo, quando foi atropelado em serviço durante operação na rodovia Fernão Dias.

Um policial rodoviário federal de 44 anos morreu atropelado na manhã deste domingo (23) enquanto fazia um bloqueio na rodovia Fernão Dias (BR-381), na altura de Vargem, no interior de São Paulo.

A Polícia Militar informou que a vítima deu sinal para um veículo diminuir a velocidade, mas a motorista avançou em frente a base da PRF, no km 9. O policial chegou a ser socorrido com múltiplas faturas, mas não resistiu aos ferimentos. O acidente ocorreu por volta das 7h. Para a polícia, a motorista alegou que o policial entrou na frente do veículo. De acordo com o delegado Rogério dos Santos Gimenes, ela não tinha sinal de embriaguez. Ele afirmou ainda que será feito um Boletim de Ocorrência e será instaurado um inquérito para apurar o caso. A motorista foi liberada após prestar depoimento."

Extraído do Notíciarama, com informações do G1 Vale do Paraíba

PREFEITURA DE ITAMONTE CANCELA PROGRAMAÇÃO DO CARNAVAL 2014



A Prefeitura Municipal de Itamonte - MG, cidade que passou por momentos de terror na madrugada do último dia 21/02 cancelou a programação do carnaval 2014.

Como já era esperado, a administração do município, atendeu a recomendação expressa do Ministério Público, considerando o clamor da população em não realizar as festividades.

Medo - Segundo informações de um morador de Itamonte, no inicio da noite desta Segunda feira, a cidade se encontra em toque de recolher. Segundo ele, a Polícia encontrou mais um membro da quadrilha escondido em uma mata, nas proximidades da cidade, podendo ainda haver outros comparsas foragidos nas redondezas.

Na tarde de hoje, mais um Bandido foi preso, ferido e exausto na cidade de Cambuquira e segundo informações publicadas na internet, um caminhonete prata foi vista na cidade, e seus ocupantes perguntavam sobre o homem ferido, mas quando souberam que ele foi preso, evadiram tomando rumo ignorado. Saiba mais no link: http://zip.net/bnmzfV


FONTE: O POPULAR.NET

2014/02/24

Morre 2ª vítima de acidente na BR-267, próximo a Aiuruoca


Homem de 72 anos morreu ao ser transferido para hospital em Alfenas.Uma outra pessoa, de 54 anos, já havia morrido no local do acidente.

Um homem de 72 anos que havia ficado ferido após um acidente nesta quinta-feira (3) na BR-267, próximo a Aiuruoca (MG), morreu ao ser transferido para o Hospital Alzira Velano, em Alfenas (MG). Tadeu Cardoso da Silva será enterrado na cidade de Serranos (MG). Outro homem, Paulo Roberto Benfica, de 54 anos, morreu no local do acidente.

Segundo a Polícia Rodoviária Federal, um Zafira com placas de São Paulo invadiu a contramão ao fazer uma curva e bateu de frente com um Voyage, com placas de Aiuruoca, que seguia no sentido contrário. Com o impacto, o Voyage capotou e saiu da pista. Conforme a polícia, chovia na hora do acidente.

Acidente mata uma pessoa e deixa outra ferida em Aiuruoca. (Foto: Blog São Lourenço News/Jodil Duarte)

Corpo de homem de 50 anos é encontrado no Rio Aiuruoca

Ele estava sumido há 3 dias após ter saído para pescar em Serranos.
Objetos que pertenciam a ele foram encontrados às margens do rio.


O corpo de um homem foi encontrado na tarde desta quinta-feira (19) no Rio Aiuruoca, em Serranos (MG). Segundo o Corpo de Bombeiros de São Lourenço (MG), Daniel Azevedo Cardoso, de 50 anos, estava desaparecido há três dias. Conforme a família, a vítima saiu para pescar na última segunda-feira (16) e não retornou.

Os objetos do homem foram encontrados às margens do rio. O corpo foi encontrado a um quilômetro do local onde os objetos estavam. O corpo foi retirado do rio e encaminhado para a funerária em Carvalhos (MG).
Do G1 Sul de Minas

Corpos são encontrados amarrados na zona rural de Carvalhos, MG

Homens foram vistos por pessoa que passava pelo local e ligou para PM.
Vítimas estavam sem documentos e ainda não foram identificadas.


Dois corpos foram encontrados durante a manhã deste sábado (22) na zona rural de Carvalhos (MG). Segundo a Polícia Militar, um homem que passava pelo local encontrou os corpos e ligou para os militares. As vítimas, dois homens, estavam amarrados, feridos e sem documentos.

De acordo com os militares, os corpos foram levados para o IML de São Lourenço (MG) e não há informações sobre a identidade das vítimas. A polícia também não tem pistas sobre o que pode ter motivado o crime.
Do G1 Sul de Minas

SÃO LOURENÇO REGISTRA MAIS UM CASO DE CARRETA "ENCALHADA"



Mais uma vez a cena se repetiu no centro de São Lourenço. Na mesma esquina em que uma carreta encalhou e danificou um veículo a alguns dias atrás, outra carreta, desta vez bem mais extensa que a outra, também encalhou, ao tentar fazer uma conversão para a rua Dr. Saturnino da Veiga e paralisou o trânsito na Av. D. Pedro II. por volta das 16:00hs.

O Trânsito de veículos só se estabeleceu após 15 longos minutos com a chegada do SL trans. que ajudou o motorista da carreta a seguir viagem.
FONTE: O POPULAR.NET

Suspeito é morto após sequestrar empresário em Itamonte, MG


Assaltante foi baleado por militares durante troca de tiros na fuga.
Polícia acredita que ação tenha ligação com morte de quadrilha na cidade. Um homem foi morto e outro foi preso após fazerem um empresário de Itamonte (MG) como refém durante uma tentativa de fuga no final da noite de domingo (23). Segundo a Polícia Militar, os homens são suspeitos de integrar a quadrilha que praticava assaltos a caixas eletrônicos no Sul de Minas e também no interior de São Paulo. Eles estariam escondidos em Itamonte após a ação policial na madrugada de sábado (22), em que nove pessoas morreram e cinco ficaram feridas.


De acordo com os policiais, os criminosos renderam o empresário e o levaram de carro em direção a Caçapava (SP), quando foram perseguidos pela polícia. Já em São José dos Campos (MG) eles foram rendidos e durante uma troca de tiros, um dos suspeitos foi baleado e morreu. Um sargento da Polícia Militar também ficou ferido por dois disparos.
A vítima foi liberada e não ficou ferida. O outro suspeito foi detido. Durante a ação, os militares apreenderam um fuzil e um colete à prova de balas. De acordo com o delegado João Eusébio, de Pouso Alegre (MG), ainda não há informações sobre os suspeitos. A polícia investiga a ligação deles com a quadrilha.
O empresário já está a caminho de Itamonte. Ele passou a madrugada na Delegacia de Polícia Civil de São José dos Campos e retorna para casa na manhã desta segunda-feira (24). De acordo com informações de familiares, ele estava com a neta de 6 anos no colo, dentro de um restaurante, quando fi rendido pelos suspeitos, um deles armado. Os homens exigiram um carro e que o comerciante dirigisse sentido Via Dutra.

Polícia investiga morte de professor durante confronto em Itamonte, MG



Segundo testemunhas, vítima foi confundida com assaltantes em ação.
Troca de tiros terminou com nove mortos e cinco feridos no sábado (22).

Em Itamonte (MG) O professor Silmar Madeira, de 31 anos, é um dos nove mortos na operação que tornou a praça de Itamonte (MG), no Sul de Minas, numa praça de guerra na madrugada de sábado (22) para domingo (23). Na cidade com 15 mil habitantes e apenas uma rua principal, cerca de 200 policiais civis e militares de São Paulo e Minas Gerais surpreenderam uma quadrilha de 20 assaltantes especializada na explosão de caixas eletrônicos no momento que eles tentavam atacar mais duas agências.

No meio de intensa troca de tiros, testemunhas disseram que Silmar Madeira foi rendido por um dos bandidos em fuga que tomou o carro dele e o levou como refém. Os dois foram mortos no confronto. A mãe do professor disse que na hora do tiroteio o filho tinha saído da casa da namorada e retornava para a cidade de Itanhandu onde morava, que fica a 15 quilômetros. Ele deixou duas filhas, uma de 6 anos e outra de 6 meses.

As policias de São Paulo e Minas Gerais agora vão investigar as circunstâncias da morte de Silmar. O corpo do professor foi sepultado na tarde de domingo.

Durante a madrugada de sábado, cerca de 200 policiais civis e militares renderam uma quadrilha que explodiu um banco e se preparava para explodir outros dois em Itamonte (MG). Ao todo, nove pessoas morreram e pelo menos cinco ficaram feridas, entre elas, cinco policiais civis.

saiba mais

Troca de tiros entre policiais e assaltantes deixa mortos em MG Suspeito é morto após sequestrar empresário em Itamonte, MG Por volta das 2h os criminosos explodiram caixas eletrônicos do Banco Bradesco e, durante a ação, foram cercados pelos policiais, que já tinham informações sobre a possibilidade do assalto. A quadrilha já era investigada havia pelo menos três meses.

Enquanto uma parte do grupo explodiu a outra agência, os outros integrantes ficaram em uma praça onde têm dois bancos, só que antes de detonar a dinamite, eles foram surpreendidos pela polícia. Os assaltantes estavam divididos em sete carros e, de acordo com a assessoria do governo do estado, eles pretendiam também dominar o pelotão da Polícia Militar de Itamonte e atacar ainda caixas eletrônicos em Itanhandu (MG). Durante a ação em Itamonte, foram apreendidos fuzis, espingardas calibre 12, pistolas, dinamites, munições e coletes à prova de bala. A informação da polícia é de que a quadrilha seja formada por pelo menos 20 pessoas. Quatro delas foram presos.

Pelo menos nove criminosos foram mortos durante ação em Itamonte (MG) (Foto: HENRIQUE COSTA/CPN/ESTADÃO CONTEÚDO)
Pelo menos nove criminosos foram mortos na ação
(Foto: Henrique Costa/CPN/ESTADÃO CONTEÚDO)Um homem de 26 anos foi preso pela Polícia Civil de Mogi das Cruzes (SP) em um condomínio de luxo na cidade de Arujá (SP). Com ele, foram apreendidos uma moto, veículos e dinheiro manchado com tinta vermelha, proveniente do sistema de segurança dos caixas eletrônicos. Outro homem suspeito de integrar a quadrilha foi preso em Pindamonhangaba (SP).

Entre os suspeitos mortos, oito eram de Mogi das Cruzes (SP) e um era de Itanhandu (MG). Três policiais civis foram atingidos por disparos feitos por fuzis. Eles foram socorridos em um helicóptero e levados para São Paulo (SP). Dois criminosos também ficaram feridos, foram internados e após receberem alta, foram levados para o Presídio de Pouso Alegre (MG). Já os corpos foram levados para os IML de São Lourenço (MG), Pouso Alegre (MG) e Itajubá(MG).

A Polícia Rodoviária Federal também apoiou a operação. Embora os policiais tenham cercado a cidade, alguns criminosos conseguiram fugir e, apesar das buscas feitas com helicópteros da Polícia Militar em matas próximas, não foram encontrados.
FONTE: G1 SUL DE MINAS

2014/02/22

QUADRILHA DE BANDIDOS FORAM FLAGRADOS PELA POLÍCIA EM ITAMONTE E MUITOS SÃO MORTOS

As primeiras informações dão conta de que pelo menos 10 bandidos foram mortos em confronto com a polícia e pelo menos um policial civil ficou ferido.

Um grupo de 25 suspeitos vindo de São Paulo pretendia assaltar vários caixas eletrônicos em cidades como Caxambu, Passa Quatro e Itamonte; Pelo menos outros 14 bandidos fugiram e ainda são procurados



Uma operação conjunta entre a Polícia Civil de São Paulo e a Polícia Rodoviária Federal de Minas Gerais (PRF-MG) acabou com dez bandidos mortos durante uma troca de tiros cinematográfica entre policiais e criminosos, em Itamonte, na região Sul de Minas, na madrugada deste sábado (22).

Segundo a Polícia Militar (PM), um grupo de 25 criminosos estava sendo monitorado há mais de dois meses pela polícia paulista. Eles são suspeitos de outros assaltos a caixas eletrônicos em Minas Gerais e pretendiam arrombar equipamentos em várias cidades do Sul de Minas, como Caxambu, Passa Quatro e Itamonte.

Os bandidos saíram do estado de São Paulo no início da madrugada, por volta de 0h30, em cinco veículos: um Honda Civic, um Eco Sport, uma Duster e um Palio. Porém, quando os criminosos chegaram na Praça Padre Francisco Mira, no centro de Itamonte, por volta de 2h30, foram surpreendidos por um grupo de policiais civis e militares.

Houve troca de tiros entre os suspeitos e os policiais, sendo que dois bandidos foram presos. Outros quatro criminosos foram baleados dentro do Honda Civic e cinco deles foram atingidos por tiros em uma perseguição policial na entrada da cidade, na BR-354, na altura dos km 754 e 758. Ao todo, nove bandidos morreram na hora. Um policial civil também ficou ferido, mas não corre risco de morrer.

Um caixa eletrônico do Bradesco, que fica a cerca de 800 metros da praça Padre Francisco Mira, chegou a ser estourado durante o tiroteio, mas os bandidos não teriam conseguido tirar o dinheiro por conta da chegada da polícia. De acordo com um servidor da prefeitura, pelo menos 15 viaturas descaracterizadas da Polícia Civil de São Paulo e 100 policiais mantinham cerco na cidade. Equipes das polícias civil e militar de Itamonte, Passa Quatro, Caxambu e São Lourenço, da mesma região, também deram reforço.

O servidor contou que chegou a socorrer um dos bandidos que foi baleado no joelho. Ele foi levado para o pronto-atendimento de Itamonte e depois transferido para São Lourenço. Segundo ele, o assaltante não falou nada durante o socorro, mesmo sendo interrogado pelos policiais.

Segundo as primeiras informações da PM de Passa Quatro, pelo menos 14 criminosos usaram um carro e um caminhão para fugir pela BR-166, mais conhecida como rodovia Dutra – principal rodovia do Brasil, que liga o Sul ao Norte do país. Até o momento, não há pistas dos suspeitos. Com os criminosos, a polícia apreendeu fuzis, pistolas, bananas de dinamite, um pé de cabra e outros materiais para arrombamento de caixas eletrônicos.

HISTÓRICO

Os tiros ouvidos por moradores na madrugada de hoje (22) não foram novidade na pequena cidade de Itamonte, no Sul de Minas, que tem apenas 14 mil habitantes. Em novembro passado, assaltantes já tinham estourado dois caixas eletrônicos na cidade, um do Santander e outro do Banco do Brasil, que ficam na praça Padre Francisco Mira, no centro – mesmo cenário do tiroteio que acabou com nove criminosos mortos.

Na ocasião, moradores relatam ter ouvido a explosão dos caixas e depois tiros disparados pelos assaltantes contra a polícia. “Minha filha acordou nesse dia e ficou muito assustada. Meu marido havia viajado para São Paulo e ficamos sozinhas” relatou uma moradora, de 28 anos, que preferiu preservar seu nome.

No assalto de novembro, os bandidos conseguiram fugir levando dinheiro. O crime, na época, foi uma novidade na cidade, que é citada como pacata por moradores

Vejam fotos desta grandiosa ação da competente Polícia Mineira.


FONTE PARCIAL:JORNAL O TEMPO/BH

2014/02/18

Baixo nível faz Lago de Furnas ter pior fevereiro dos últimos 13 anos


Com estiagem, lago não recuperou e registra 8,5 metros abaixo do máximo.
Em 2001, quando o nível chegou a 12 metros, Brasil enfrentou 'apagão'.

O reservatório da Represa de Furnas registra o menor nível em fevereiro desde 2001, ano em que o Brasil enfrentou o "apagão". Com o período prolongado de estiagem no Sul de Minas, o lago não conseguiu recuperar o nível como seria esperado entre o final de 2013 e o início deste ano, época de chuvas na região. Atualmente, o lago está cerca de 8,5 metros abaixo do nível máximo, um dos piores níveis em fevereiro desde que o lago é monitorado pelo Operador Nacional do Sistema (ONS).

Em fevereiro de 2001, quando houve o "apagão" no país, o reservatório estava a 12 metros abaixo da cota máxima. Apesar disso, a assessoria de imprensa da Furnas Centrais Elétricas afirma que a hidrelétrica está gerando energia normalmente. Segundo eles, o nível da represa está 9,5 metros acima da cota mínima para operação e geração de energia.

Nesta segunda-feira (17), o nível do Lago de Furnas está 759,14 metros acima do nível do mar. No mesmo período do ano passado, o nível estava em 760,28 metros. Em 2012, foram 767,40 metros acima do nível do mar no período. Já em 2001, época do "apagão", em fevereiro o lago atingiu o nível de 756,16 metros.

Lago de Furnas próximo a Areado, MG, com nível baixo para a época (Foto: Samantha Silva / G1)
Lago de Furnas não recupera nível e registra pior fevereiro dos últimos 13 anos (Foto: Samantha Silva / G1)Reservatório de Furnas
O nível do Reservatório de Furnas e o volume armazenado são definidos pelo Operador Nacional do Sistema (ONS), que opera o conjunto de reservatórios brasileiros de forma integrada.

Furnas é um reservatório que opera enchendo durante o período chuvoso (novembro a abril) e sendo esvaziado durante o período de estiagem (maio a outubro). Este procedimento permite que a usina produza a energia elétrica necessária durante todo o ano.

Mais de 40% da energia consumida no Brasil passa pelo sistema de Furnas, que utiliza a força da água para gerar 95% de sua energia. Presente em 15 estados e no Distrito Federal, Furnas conta com 17 usinas hidrelétricas, duas termelétricas, aproximadamente 24 mil quilômetros de linhas de transmissão e 65 subestações.

O Lago de Furnas banha 34 municípios no Sul de Minas. Os principais rios que abastecem o lago são o Rio Grande e o Rio Sapucaí. O lago possui 23 bilhões de metros cúbicos de água. O sistema Rio Grande abastece 12 usinas hidrelétricas.

Motorista responderá por homicídio culposo em acidente na BR-267


Carroceria de carreta se soltou e atingiu carro, matando pai e filho.
Veículo estava acima da velocidade permitida no trecho de Lambari.

O motorista que dirigia uma carreta bitrem que bateu em um carro e matou pai e filho na BR-267, em Lambari (MG), foi indiciado por homicídio culposo. O acidente aconteceu na noite do sábado (15). Parte da carroceria da carreta se soltou, invadiu a pista contrária e atingiu o veículo. Segundo a Polícia Rodoviária Federal, a carreta estava em velocidade superior à permitida no local.

Os médicos oftalmologistas Jorge Pereira Dias da Silva, de 67 anos, e Jorge Augusto Siqueira da Silva, de 29 anos, pai e filho, viajavam de Três Corações (MG) para o Rio de Janeiro quando o carro em que eles estavam foi atingido pela parte de trás da carreta bitrem, que se soltou do engate e invadiu a contramão.

O acidente foi em uma curva logo no fim de uma descida. O trecho é bastante sinuoso e há vários alertas para os motoristas reduzirem a velocidade. Para quem segue sentido à Rodovia Fernão Dias, caminho que percorria a carreta, a velocidade máxima permitida é de 40 quilômetros por hora, mas segundo a Polícia Rodoviária Federal, o excesso de velocidade pode ter causado o acidente.

Ainda segundo o delegado Ronaldo Nogueira Marques, o motorista, de 31 anos, confessou que estava acima da velocidade permitida. "A velocidade para o trecho é de no máximo 40 quilômetros por hora e ele estava a uma velocidade de 70 quilômetros por hora, como ele mesmo afirmou em depoimento e a perícia preliminarmente me informou", disse.

Pai e filho morrem em acidente na BR-267 entre Lambari e Caxambu O motorista do bitrem não ficou ferido e foi levado para a delegacia de Três Corações (MG), onde prestou depoimento e foi indiciado por homicídio culposo (quando não há a intenção de matar). O delegado estipulou uma fiança de 10 salários mínimos, mas o motorista não pode pagar e foi levado para o Presídio de Três Corações.

Médicos trabalhavam no Sul de Minas


Os médicos atendiam em um consultório no Centro de Três Corações e também no Centro Cirúrgico do Hospital São Sebastião na cidade, onde na sexta-feira (14) realizaram juntos 10 cirurgias de catarata.

Jorge Pereira Dias da Silva era chefe do setor de oftalmologia do Hospital da Lagoa no Rio de Janeiro (RJ) e trabalhava há 38 anos em Três Corações. Ele e o filho atendiam na cidade toda quinta e sexta-feira, e voltavam para o Rio de Janeiro no sábado. Jorge Augusto Siqueira da Silva era o filho caçula e faria 30 anos no dia 28 de fevereiro. Ele estava casado há pouco menos de um ano.

Os corpos foram enterrados neste domingo (16) em Niterói (RJ). Jorge Pereira deixa esposa e um casal de filhos, uma médica oftalmologista e um médico veterinário.

6ª RPM se prepara para receber os alunos do Curso Especial de Formação de Sargentos/2014


O Centro de Recrutamento e Seleção em conformidade com o Edital DRH/CRS Nº 01/2014, de 17 de Janeiro de 2014, convocou os militares que se encontram na graduação de Cabo e preenchem os requisitos para o Curso Especial de Formação de Sargentos da Polícia Militar de Minas Gerais - CEFS/2014.

O CEFS tem por finalidade formar sargentos, mediante aquisição de conhecimentos necessários ao desempenho dos diversos cargos. Como requisito básico, o militar deve contar com no mínimo de nove anos de efetivo serviço na graduação de cabo.

O curso funcionará no Centro de Treinamento Policial da 6ª RPM em Lavras na modalidade presencial, com as atividades de ensino padronizadas pela Academia de Polícia Militar – APM.

O curso será desenvolvido simultaneamente em todo o Estado, com início no dia 14 de fevereiro e término em julho do corrente ano, com data a ser definida.

Colégio Tiradentes de Lavras, 50 anos de glória.

Uma prestigiada solenidade na sede da 6ª Região marcou as comemorações do cinquentenário do Colégio Tiradentes da Polícia Militar na cidade de Lavras. Autoridades civis, militares e eclesiástica, funcionários do colégio, ex-alunos, familiares e convidados assistiram ao evento marcado por calorosas homenagens.

No mês de fevereiro o Colégio Tiradentes da Polícia Militar de Minas Gerais, unidade de Lavras, comemora seu quinquagésimo aniversário de criação, o que se constitui motivo de júbilo para a Corporação e em particular para a cidade de Lavras, carinhosamente reconhecida como “Terra dos Ipês e das Escolas”.

Após o Comandante da 6ª Região e Diretor Administrativo do Colégio Tiradentes, Coronel Luís Rogério de Assis, receber o anúncio do Comandante da tropa, Capitão Nelson Roberto de Carvalho, os presentes assistiram ao hasteamento do Pavilhão Nacional pela Diretora Pedagógica do Colégio Tiradentes, Senhora Elza Mansur Botelho de Castro e da bandeira de Minas Gerais pelo aluno do 8º ano Matheus Antônio Avelar Natividade.

Ainda no contexto cívico da solenidade, alunos e seus familiares, funcionários, ex-diretores e convidados entoaram a canção do Colégio Tiradentes.

Homenagens foram rendidas pelo Comando da 6ª Região aqueles profissionais que colaboraram substancialmente para que o Colégio Tiradentes alcançasse tão expressiva longevidade e excelentes resultados na formação da família policial militar, em especial os ex-diretores e ex-diretoras, disciplinários e a atual diretoria.

Através da Nota do Comando Regional alusiva a data, o Coronel Luís Rogério contou que os registros históricos dão conta que no ano de 1949 o então Ginásio Tiradentes da Polícia Militar foi criado na capital do Estado com o objetivo de oferecer educação escolar aos filhos de militares e seus dependentes. No ano de 1963 o CTPM-Lavras passou a ocupar um importante espaço no ensino lavrense, destacando-se, sobretudo, pela qualidade do ensino, disciplina e formação moral de seu corpo discente.

Lembrou o comandante que a ideia de se criar um anexo do Colégio Tiradentes na cidade de Lavras partiu de um grupo de sargentos. Numa ação voluntária daqueles profissionais, começaram a angariar fundos através de descontos em seus vencimentos e de doações conseguiram recursos para a construção de um prédio próprio, pois até então o colégio funcionava na antiga sala da Banda de Música do 8º Batalhão.

O Colégio Tiradentes de Lavras tem alcançado excelentes resultados nos exames do PROALFA, PROEB, IDEB e em 2011 conquistou o 1º lugar no ENEM entre as escolas públicas no país. Portanto, há meio século começou a história de dedicação e sacrifício dos nossos antepassados irmãos de farda, seus dependentes e amigos, o que tem propiciado através de várias gerações à família policial de Lavras e do Sul de Minas, uma educação de excelente qualidade.

Colégio Tiradentes da Polícia Militar, cidadania, disciplina e respeito a serviço da educação.

Assessoria de Comunicação Organizacional
Sexta Região da Polícia Militar
Lavras - MG

Maternidade do Hospital é sinônimo de segurança para mãe e bebê


No último dia 9, às 11h17, a Maternidade do Hospital São Lourenço registrou, com muita alegria, o nascimento de Kalebe Moreira Veloso Rodrigues: o bebê pesou 5,115kg, medindo 54cm. “O parto, cesariana, foi tranquilo”, destacou a enfermeira Giane Lima Romão. A dra. Roseli de Castro Junqueira, ginecologista/obstetra que fez a cesárea, disse que Kalebe nasceu saudável (tanto que, dois dias após o parto, teve alta do Hospital). “A mãe fez um pré-natal muito bom e, aqui na Maternidade, também pudemos dar a devida assistência a ela e ao filho”, explicou a médica. O sucesso do parto em questão é mais uma prova do alto nível da Maternidade do Hospital São Lourenço - plenamente credenciada para dar a devida assistência ao binômio mãe-filho, inclusive em situações que envolvam riscos para ambos.

A Maternidade registra, em média, quatro partos diários. Segundo a secretária Tainá Ramos Souza, antes de Kalebe o último bebê a nascer no Hospital com mais de 5kg foi em 2012. “De 2004 pra cá, houve apenas quatro recém-nascidos acima desse peso”, registrou, lembrando que estes necessitaram de cuidados posteriores na UTI Neonatal ou na Pediatria, o que - felizmente - não ocorreu com Kalebe. Na foto, da esquerda para a direita: técnica em enfermagem (T.E.) Lucimara; enfermeira Giane; T.E.s Nayara e Alessandra, Eliana (mãe) e Rosângela (cunhada da paciente).

Emater-MG vai atender mais duas novas regiões no Programa Cultivar, Nutrir e Educar



A Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG) vai expandir o trabalho, em 2014, no Programa Cultivar, Nutrir e Educar. Presente nas regiões Norte, Jequitinhonha, Alto Rio Pardo, Rio Doce, Zona da Mata, Mucuri, Centro, Centro-oeste e Noroeste, o programa vai incluir em seu campo de atuação, mais duas novas regiões do Estado: Sul e Triângulo mineiro. A informação é da coordenadora técnica estadual e gestora do programa na Emater-MG, Mariza Flores.

Programa estruturador do Governo do Estado, Cultivar, Nutrir e Educar é uma iniciativa desenvolvida em parceria pela Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa) e suas vinculadas, Secretaria Geral de Governadoria e as secretarias de Educação e Saúde. O objetivo é garantir alimentação saudável, adequada e solidária, contemplando alunos de escolas públicas estaduais de educação básica. O programa propõe fortalecer a agricultura familiar e promover a educação alimentar e nutricional. Além de beneficiar alunos da rede pública, Cultivar, Nutrir e Educar contempla agricultores familiares, associações e cooperativas de agricultores e profissionais de educação, saúde e agricultura.

De acordo a coordenadora técnica da Emater-MG, a empresa participa do programa, por meio do Projeto de Fortalecimento da Agricultura Familiar para o Abastecimento Alimentar. Ela explica que o projeto qualifica agricultores familiares e estabelecimentos agroindustriais de pequeno porte, de modo a torná-los aptos ao fornecimento de alimentos para o mercado institucional. “A Emater-MG presta orientação técnica e capacita agricultores familiares em agroindústria, organização, mercado e produção sustentável”, argumenta.

Identificar agricultores familiares com potencial para fornecer alimentos ao mercado institucional, orientar os produtores sobre produção sustentável e processamento de alimentos, levando em conta as boas práticas de fabricação e habilitação sanitária, além das questões relativas à gestão e comercialização da produção. Essas são algumas das ações da Emater-MG, no programa, listadas pela gestora.

Além de desenvolver atividades técnicas com os agricultores, a Emater-MG participa, em cada município, da formação do Comitê Gestor local do programa. O comitê tem a responsabilidade de discutir e propor encaminhamentos às questões relativas a aquisição de produtos da agricultura familiar, editais de compras e situação das continas escolares, entre outras atribuições. O grupo é formado por profissionais da Emater-MG, do município, das escolas estaduais (diretores), do Instituto Mineiro de Agropecuária (IMA) e do setor de saúde, além de representantes dos agricultores familiares.

Balanço

Dados do Cultivar, Nutrir e Educar, em 2013, registram que o programa beneficiou 1.300 agricultores familiares em 85 municípios do Estado. Um ponto forte da participação da empresa na iniciativa, acontece no Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE). Para viabilizar a participação de agricultores neste programa federal que prevê que, 30% de recursos para a merenda escolar sejam destinados à compra de alimentos da agricultura familiar, a Emater-MG elaborou 130 projetos de venda e capacitou 720 agricultores em organização e mercado. Também deu orientação técnica no mesmo quesito, organização e mercado, para 1.200 produtores.

Ainda no ano passado, visando preparar agricultores familiares para atender ao PNAE, A Emater-MG elaborou 85 diagnósticos de demanda e 85 de oferta, segundo Mariza Flores. Os levantamentos serviram para apontar quais as demandas das escolas por alimentos e o que o produtor tem para ofertar de sua produção ao mercado do PNAE. Nas palavras de Mariza Flores, “estes diagnósticos são disponibilizados para escolas estaduais e municípios, entidades gestoras dos recursos do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) no PNAE. Também são entregues aos agricultores familiares para que saibam quais alimentos e em que quantidade as escolas precisam.”

Outra atividade desenvolvida pela Emater-MG no programa, no último ano, foi a orientação dada a 27 agroindústrias familiares, no processo de habilitação sanitária, tendo em vista órgãos de inspeção dos municípios e do Estado. O processamento de alimentos também foi item trabalhado pela empresa mineira, que capacitou 145 agricultores para atender às exigências do mercado, como por exemplo, nos aspectos de qualidade e sustentabilidade.

Para 2014, o programa planeja atender no mínimo 1.300 agricultores familiares em 90 municípios; orientar e acompanhar 27 agroindústrias familiares; capacitar 145 agricultores em agroindústrias; orientar 1.200 agricultores em organização e mercado; orientar 46 projetos de produção sustentável de alimentos; capacitar 720 agricultores em organização e mercado; realizar 90 diagnósticos de oferta e o mesmo número de diagnósticos de demanda. As metas incluem ainda, elaborar e acompanhar 166 projetos de vendas para o PNAE.

Vida Livre completa um ano de atividades


Ao completar um ano desde a formação do primeiro grupo do Programa Vida Livre, lançado pela Unimed Circuito das Águas em janeiro de 2013, muitas histórias de sucesso já podem ser contadas no combate ao Tabagismo.

O Programa foi criado com o objetivo de auxiliar os clientes que desejam parar de fumar e é coordenado pelo Espaço Saúde Unimed, que conta com uma equipe multidisciplinar para sua realização.

Ao todo, cinco grupos foram acompanhados ao longo de 2013. O Programa Vida Livre foi elaborado com base na metodologia da SBPT - Sociedade Brasileira de Pneumologia e
Tisiologia, Associação Médica Brasileira e Agência Nacional de Saúde Suplementar (ANS), e Programa Nacional de Controle de Tabagismo do INCA – Instituto Nacional do Câncer.

O Programa é estruturado em sete reuniões, distribuídas ao longo de três meses e monitoramento individual dos participantes, até completarem um ano de “Vida Livre”.

O quinto grupo de 2013 teve sua última reunião no dia 20 de janeiro de 2014 e recebeu alguns visitantes especiais: membros do primeiro Grupo do Programa, que comemoram um ano sem fumar. Olga e Josilene fizeram questão de vir à reunião para contribuir com suas próprias histórias de superação. Felizes após um ano sem fumar, cada uma deu seu depoimento de como conseguiu vencer o desafio e de como se sentem bem nos dias atuais, contando tudo o que mudou na vida pós-cigarro.

O Programa Vida Livre é aberto à participação dos clientes Unimed Circuito das Águas, que podem ser encaminhados por seus médicos ou podem procurar a Unimed espontaneamente, retirando gratuitamente o ingresso ao Parque das Águas de São Lourenço para visitar o Espaço Saúde e fazer sua inscrição.

As inscrições para o próximo grupo Vida Livre já estão abertas.

2014/02/08

CONSELHOS DE PASTORES DE CAXAMBU E BAEPENDI UNIDOS NUM SÓ CORAÇÃO "JESUS"

Nesta manhã de sábado foi realizado um reunião histórica, onde o CPLEC e o CEPALB, Conselhos de Pastores de Caxambu e Baependi , reuniram e por unaminidade se uniram para juntos realizarem os eventos nas duas cidades neste ano 2014. A reunião foi super proveitosa, onde todos os pastores colocaram seus pontos de vistas, chegando num consenso de união dos conselhos para o crescimento do evangelismo em nossa região. O primeiro passo importante foi dado e todos decidiram apoiarem para que os eventos estejam sempre lotados. O Pb. Jaime Secretário dos dois conselhos, fez uma explanação completa sobre todos os eventos que serão realizados pelos dois conselhos, ficando aprovado o apoio maciço nos Congressos e Marcha para Jesus tanto do CPLEC como do CEPALB, participaram mais de 30 pastores das duas cidades, isso é um começo de uma união no nome do nosso Rei Jesus, disse o Presidente do Conselho Pastor Santana. Além de outras datas; o Congresso e a Marcha para Jesus de Caxambu serão realizados nos dias 4,5 e 6 de julho e de Baependi nos dias 11,12 2 13 também de julho. Vejam nas fotos como tudo aconteceu

SEJA BEM VINDO

Prezado amigo(a), para nós é uma satisfação a sua visita em nosso blog. Este blog é uma amostra das matérias que circula no Jornal Sul Mineiro. Nas coberturas do Sul Mineiro sempre daremos uma nota aqui. O Jornal Sul Mineiro, Turismo, Negócios e Informações, está na região desde de 2002, ou seja, 10 anos, fazendo um trabalho transparente, honesto e com credibilidade. Tive ao meu lado a minha filha Juliana que foi minha Secretária no início que me ajudou muito. Hoje conto com o apoio enorme da minha esposa Rosy que é Secretária Executiva. O jornal nestes 10 anos sobreviveu graças o apoio das Prefeituras, Câmaras Municipais e Comerciantes, pois o Sul Mineiro é distribuído gratuitamente aos leitores. Sempre procuramos oferecer nossos serviços com transparência e honestidade. Por isso agradecemos sua visita e pedimos que sempre dê uma olhadinha em nosso blog para conferir as novidades.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
BAEPENDI, sudeste/Minas Gerais, Brazil
LOJA DE NOIVA COMPLETA
Ocorreu um erro neste gadget