2013/08/25

EXPLORAÇÃO DAS ÁGUAS MINERAIS É DISCUTIDA EM SÃO LOURENÇO



Aconteceu esta semana na Câmara Municipal de São Lourenço, uma Audiência Pública promovida pela Câmara Municipal e Assembleia Legislativa de Minas Gerais, solicitada pela ONG Amar’água com o objetivo único de discutir e debater a exploração e os cuidados necessários para manter os recursos hídricos para a posteridade.

A reunião aconteceu devido à preocupação com a extinção das águas minerais, incluídas no novo marco regulatório da mineração, em tramitação no Congresso Nacional. A intenção é que a exploração das águas seja regida pela legislação hídrica e que elas sejam protegidas e preservadas, por serem um bem natural e as reservas hídricas subterrâneas, em sua maioria, terem propriedades físico-químicas especiais e únicas no mundo, com poder terapêutico.

O tema foi discutido com a presença da sociedade, órgãos regionais ligados ao assunto, vereadores, ONG’S, promotores de justiça, o coordenador regional das Promotorias de Justiça do Meio Ambiente da Bacia do Rio Grande, promotor Bergson Cardoso Guimarães, deputado Ulysses Gomes (PT), e presidindo a sessão o deputado Almir Paraca (PT). Representando o Poder Executivo de São Lourenço, a vice- prefeita Sra. Patrícia Pereira Lessa também participou do encontro.

Bergson observou que o Projeto de Lei Federal 5.807/13, que dispõe sobre a atividade de mineração, rebaixa o status das águas minerais, ao considerá-las como objeto de autorização na forma de regulamentação, ao lado de minérios como argilas e rochas ornamentais. “Com isso, os objetos de licenciamento serão simplificados. Estamos lutando para que tenham ao menos o estudo de impacto ambiental. Esse projeto de lei considera a água mineral como um bem econômico de baixa qualidade, para ser vendido o mais barato possível, o que é de suma gravidade”.

Na opinião do promotor, a água mineral não pode ser vista só sob o aspecto econômico, ela é acima tudo um bem ecológico e sociocultural. “São Lourenço e Cambuquira nasceram em função das águas, assim como Poços de Caldas, e isso tem que ser reconhecido. E as águas minerais de São Lourenço sequer são tombadas”, afirmou Bergson.

O Deputado Ulisses Gomes (PT), também se mostrou preocupado e interessado no assunto, disse que fará o que puder para que seja alterada a atual regulação de “recurso mineral”, para “recurso hídrico”. Veja o que disse o deputado sobre este tema: “Essa audiência ocorre em momento oportuno, quando o Congresso Nacional discute o marco regulatório da mineração. Hoje a água é tratada como minério. Desse modo, a atividade de mineração é orientada por diretrizes de incentivo, não havendo preocupação com o esgotamento da água, admitindo-se seu uso até exaustão. A proposta de novo marco regulatório estabelece que a água mineral deva ser regida pela legislação hídrica”, disse o parlamentar.

O promotor Pedro Paulo Barreiros foi um dos muitos que fizeram forte crítica à empresa Nestlé Waters, ele lembrou que de 2001 a 2006 transitou ação contra a Nestlé. O Ministério Público foi provocado por abaixo assinado com mais de três mil assinaturas, pedindo apuração das suspeitas de superexploração, diminuição da vazão e alteração do sabor das águas minerais. “Se alguém exaure um poço de água comum, sofre severas multas. Contudo, isso não acontece hoje com quem faz o mesmo com água mineral. Isso é um absurdo”, disse o promotor.

O Dr.Leandro Pannain Rezende, Titular da 4ª Promotoria de Justiça de São Lourenço, reforçou a necessidade de não tratar a água mineral como um simples minério. “Temos deficiências nos dispositivos legais que possam coibir exploração predatória. Precisamos de mais rapidez e urgência para resolver o problema do Parque das Águas. Precisamos diagnosticar o quanto está sendo explorado e qual é a zona de recarga. E tirar dos órgãos administrativos os interesses escusos de potências econômicas”, salientou o promotor.

Ao final da reunião, o deputado Ulysses Gomes propôs a criação de uma comissão representativa, formada por participantes da audiência pública. Essa comissão, segundo o deputado, continuará a debater os temas discutidos na audiência. Os resultados das discussões dessa comissão serão levados à reunião (ainda sem data marcada) que a Comissão Extraordinária fará com parlamentares que integram, no Congresso Nacional, a comissão especial destinada a analisar o Código de Mineração, como o deputado federal Leonardo Quintão (PMDB-MG), relator da comissão.

O deputado Almir Paraca (PT), presidente da comissão, salientou que 2013 e 2014, são anos de grande importância para os novos rumos que estão tomando as discussões em relação às águas.
* Com informações da ALMG
Fonte: São Lourenço Jornal -

Fazendeiro suspeito de sequestro tem prisão preventiva decretada



Homem de 59 anos foi levado para o Presídio de Varginha, MG.
Ele também teria mantido funcionários em regime de trabalho escravo.


O fazendeiro suspeito de manter funcionários em regime de trabalho escravo em uma propriedade rural de Campanha (MG), e de ter ordenado o sequestro de um deles, teve a prisão preventiva decretada. A decisão foi tomada pela juíza federal Silvia Elena Petry Wieser na tarde deste sábado (24).

O suspeito, Paulo Alves Lima, de 59 anos, foi levado para o Presídio de Varginha (MG) e não tem prazo para ser liberado. O funcionário que teria denunciado o esquema, Hélio Costa Araújo, continua desaparecido. Testemunhas teriam visto o trabalhador sendo levado à força do hotel onde estava abrigado pelo Ministério do Trabalho.

O caso
O fazendeiro foi preso nesta sexta-feira (23) em Campanha (MG) suspeito de manter funcionários em regime de trabalho escravo em uma propriedade rural do município e de ter ordenado o sequestro de um deles após uma denúncia feita à Policia Militar. Segundo a PM, Lima foi detido após cumprimento de um mandado de busca e apreensão e o resgate de dois trabalhadores.

De acordo com a PM, o funcionário Hélio Costa de Araújo, de 41 anos, disse ter trabalhado durante cinco meses em regime de escravidão e relatou que o fazendeiro retinha documentos pessoais dele e de outros trabalhadores. Com isso, o homem foi levado por representantes do Ministério do Trabalho a um hotel, onde foi abrigado e alimentado.

Quarto onde os trabalhadores viviam foi considerado precário (Foto: Polícia Militar)Quarto onde os trabalhadores viviam foi considerado precário (Foto: Polícia Militar)

De acordo com testemunhas, horas depois, um homem esteve no hotel e levou o trabalhador à força. Ninguém impediu a violência apesar de relatos de que o lavrador teria gritado por socorro. Desde a noite de quinta-feira (22) não há notícias do paradeiro de funcionário. O responsável pelo desaparecimento não foi identificado, mas a polícia informou que investiga a possibilidade de que o fazendeiro tenha ordenado o sequestro.

A Polícia Civil trata o caso como sequestro e segue com as buscas no intuito de localizar o trabalhador. No fim da tarde desta sexta-feira, os envolvidos no caso foram ouvidos na Polícia Federal de Varginha (MG).

Trabalhadores eram vigiados por homem armado

Antes do desaparecimento, o funcionário disse à polícia e ao Ministério do Trabalho que ele e outros dois trabalhadores conseguiram fugir da fazenda na madrugada da última segunda-feira (19) e que pretendia voltar para a cidade natal, de Nova Serrana (MG), mas não teria conseguido por falta de dinheiro e documentos pessoais.

O lavrador contou que eles trabalhavam na colheita de café e corte de cana e que não havia descanso. Segundo ele, os trabalhadores eram forçados a trabalhar das 6h às 19h, inclusive aos domingos, feriados e dias chuvosos e que quando questionavam o pagamento de salário, eram agredidos.

Araújo disse aos policiais que eles eram mantidos sob vigilância constante de um homem armado que não permitia que saíssem na fazenda. Ele também contou que os colegas eram mantidos em um alojamento em péssimas condições e comida escassa.

Outro trabalhador encontrado

Na manhã desta sexta-feira, a Polícia Militar voltou à fazenda e encontrou outro trabalhador em situação de escravidão. Vitor Lúcio da Silva, de 59 anos, também teria confirmado as agressões, a falta de salário e as condições precárias em que viviam.

De acordo com os policiais, outros quatro trabalhadores estavam no local, mas ao perceberem a aproximação dos militares, fugiram a mando do fazendeiro. Eles entraram em uma mata existente na fazenda e não foram localizados.

Vitor Lúcio da Silva foi resgatado do local e amparado pelo Ministério do Trabalho (Foto: Polícia Militar)Vitor Lúcio da Silva foi resgatado do local e amparado
pelo Ministério do Trabalho (Foto: Polícia Militar)

Fazendeiro já foi denunciado outras vezes

Questionado, o gerente regional do Ministério do Trabalho de Varginha (MG), Mário Ângelo Vitório, contou que o fazendeiro já possui outras denúncias por trabalho escravo e que todas as informações já foram repassadas para a Polícia Federal em Varginha, que deve investigar a situação.

“Neste caso específico, auditores do Ministério do Trabalho estiveram no local e acompanham o trabalho da Polícia Militar para fazer o resgate dos trabalhadores. Em seguida, o empregador será chamado para prestar esclarecimentos sobre a situação em que mantinha estes homens. Ele já possui dezenas de processos do passado com várias infrações trabalhistas, ou seja, é reincidente”, contou.
Fonte: eptv/suldeminas

2013/08/24

Jornada Mineira de Reumatologia será realizada em Varginha

Nos dias 23 e 24 de agosto de 2013, a Sociedade Mineira de Reumatologia irá reunir os melhores especialistas da Reumatologia nacional para a realização da VII Jornada Mineira de Reumatologia que será realizada na Associação Médica da cidade de Varginha.

O evento tem como objetivo estimular a troca de experiências entre os profissionais participantes e apresentar as novas técnicas de atualização da área. A programação conta com uma multidisciplinaridade transformando o evento atrativo não somente para reumatologistas, mas também para médicos de outras especialidades afins.

A reumatologia é uma área clínica da medicina que demanda do profissional conhecimento amplo em várias disciplinas da área médica. “Um dos objetivos desta jornada é a integração e troca entre estas especialidades. O congresso tem como meta o estudo e debate dos mais recentes avanços e pesquisas da comunidade cientifica.”, diz Dr. Ênio Ribeiro Reis, reumatologista e um dos responsáveis pelo evento.

Para Dr. Armando Fortunato Filho, presidente da Associação Médica de Varginha, o Sul de Minas possui reconhecimento da qualidade técnica de seus profissionais médicos e de seu papel importante em uma área que abrange um milhão de habitantes. “Esse evento merece destaque por promover uma grande troca de conhecimentos e trazer novidades para área médica”, completa.

PROGRAMAÇÃO CIENTÍFICA

SEXTA-FEIRA - 23/08/2013

18h- INSCRIÇÕES, CREDENCIAMENTO e VISITA AOS STANDS

19:30h - ABERTURA OFICIAL E BOAS VINDAS

19:40h - ROUND TABLE: Manisfestações Extra Articulares de AR e Espondiloartrites
Componentes: Ricardo da Cruz Lage - Belo Horizonte/MG
Antônio Scafutto Scotton - Juiz de Fora/MG
Moderador: Boris Afonso Cruz - Belo Horizonte/MG

21:00h - COQUETEL DE BOAS VINDAS

SÁBADO - 24/08/2013


09:00h – ALTERAÇÕES HEMATOLÓGICAS EM REUMATOLOGIA
Palestrante: Jozélio Freire Carvalho - Salvador/BA
Moderador: Karine de Brito Figueiredo - Varginha/MG

09:40h - INFECÇÕES NA ERA DOS MEDICAMENTOS BIOLÓGICOS
Palestrante: Rina Dalva Giogi - São Paulo/SP
Moderador: Adrian Nogueira Bueno - Varginha/MG

10:20 - COFFEE BREAK E VISITA AOS STANDS

10:40h – MANIFESTAÇÕES OCULARES EM REUMATOLOGIA
Palestrante: Wesley Ribeiro Campos - Passos/MG
Moderador: Ênio Ribeiro Reis - Varginha/MG

11:20h – INTERFACE REUMATO-DERMATO: SLIDE SHOW
Palestrante: Suely Carneiro - Rio de Janeiro/RJ
Moderador: Maria Lúcia Alvares de Azevedo Bahr - Varginha/MG

12:00h – ENCERRAMENTO E ALMOÇO DE CONFRATERNIZAÇÃO

Começou hoje 6º Dia de Negócios Coopercam



Teve início na manhã desta quarta-feira (21) um dos maiores e mais importantes eventos do agronegócio no Sul de Minas, o 6º Dia de Negócios Coopercam.

Realizado pela Cooperativa dos Cafeicultores de Campos Gerais e Campo do Meio Ltda – Coopercam, com sede em Campos Gerais, o Dia de Negócios se destaca não só pelo atendimento aos mais de dois mil cooperados, mas também pelo crescimento recorde do evento.

Desde sua primeira edição, em 2008, o crescimento de público foi de 2.566% e o de expositores foi de 2.233%. Uma média de 500% de crescimento ao ano. Muito acima de outros eventos do ramo na região.

Nesta edição a expectativa de público é de mais de duas mil pessoas, entre produtores rurais e visitantes que poderão conferir as novas tecnologias e o que há de melhor no agronegócio nacional, distribuídos em mais de 60 estandes.

O evento teve início hoje (21) às 08h e vai até amanhã, quinta-feira (22) às 18h. O endereço é Avenida Dr. Alfredo Barbalho Cavalcanti, 505 – Bairro Barro Preto – Campos Gerais.

Mais informações: Luciana Vanessa – Sakey Comunicação (35) 8828-7225.

Projeto Conservador de Águas de Extrema é referência no pagamento por serviços ambientais


Duas representantes da Copaíba estiveram em Extrema para conhecer as áreas recuperadas e saber mais sobre o projeto

Representantes da Associação Ambientalista Copaíba foram conhecer de perto a experiência do município mineiro de Extrema em restauração ambiental: o projeto Conservador de Águas.

A coordenadora de restauração florestal da Copaíba, Ana Paula Balderi, a secretária executiva da instituição, Flávia Balderi, e o diretor de Meio Ambiente da Prefeitura de Socorro, João Batista Preto de Godoy, foram recebidos pelo secretário de Meio Ambiente da prefeitura de Extrema e coordenador do programa, Paulo Henrique Pereira, que explicou como o projeto começou, como ele se mantém depois de oito anos em atividade e como a ideia de remunerar os proprietários rurais parceiros do projeto está sendo administrada.

“O objetivo da visita foi justamente absorver as práticas que estão dando certo em Extrema para podermos replicar na nossa região, como a compensação financeira para os proprietários que participam da restauração florestal”, explicou Flavia. De acordo com a bióloga a visita também teve outro intuito: conhecer áreas que já receberam mudas produzidas no Viveiro Florestal da Copaíba. “Somos parceiros da SOS Mata Atlântica, por meio do programa clickarvore, que doa as mudas ao Conservador das Águas. Atualmente as mudas plantadas nas propriedades participantes do Conservador das Águas, em Extrema, são fornecidas pelo Viveiro Florestal Copaíba”, destacou.

Das cerca de 500 mil mudas plantadas pelo projeto, 200 mil estão sendo fornecidas pela Copaíba. Além disso, o município de Extrema faz parte da área de atuação da Copaíba, por estar localizado na bacia do Rio Camanducaia.

Em seguida o gerente da equipe de plantio, Arlindo Cortez, levou o grupo para conhecer algumas áreas que já receberam os plantios de restauração florestal dentro do projeto Conservador de Águas e uma delas com as mudas produzidas no Viveiro Florestal da Copaíba.

Conheça o projeto - O Conservador de Águas visa conter os problemas ambientais causados pela falta de cobertura vegetal, como a escassez de água nas nascentes e erosões, além de propiciar manejo adequado da propriedade rural, aliado às práticas de conservação. Das três microbacias onde estão sendo desenvolvidas as ações, uma delas já possui todas as minas d´água em processo de restauração, ou seja, já foram cercadas e plantadas.

Mas o que destaca o projeto de Extrema dos demais projetos de restauração florestal é o pagamento por serviços ambientais, feito aos produtores rurais que aderem ao projeto e recuperam as matas de suas propriedades. Eles recebem mensalmente o valor correspondente a R$ 210,00 por hectare ao ano.

O valor foi obtido através de um calculo médio levando em consideração o que o proprietário teria de rendimento se a área destinada ao projeto continuasse sendo ocupada pelo gado. O pagamento pelos serviços ambientais é custeado pelos diversos parceiros do projeto, que envolve entidades do terceiro setor, verbas estaduais e federais (através do repasse do ICMS ambiental), empresas privadas, entre outras fontes.

A prática está dando tão certo que a prefeitura de Extrema recebeu diversos prêmios, o mais recente deles em Dubai, em março deste ano. A premiação foi oferecida pela ONU (Organizações das Nações Unidas), que premia as melhores práticas mundiais de conservação.

FAI realiza avaliação interna dos seus cursos de graduação



Desempenho dos alunos da FAI é avaliado por meio do Sistema Integrado de Avaliação Institucional

Há dez anos, o SIAI (Sistema Integrado de Avaliação Institucional) está incluso no cronograma de atividades da FAI e ocorre sempre no 2º semestre. Os resultados desta avaliação interna influenciam diretamente na melhoria contínua do ensino da Instituição. No dia 14 de agosto, a FAI aplicou o exame do SIAI aos cerca de 850 estudantes dos três cursos de graduação da Instituição. O exame tem como objetivo avaliar o desempenho dos alunos em relação aos conteúdos programáticos previstos em seus cursos.

A aluna do 2º ano de Sistemas de Informação (SI), Regiane Maciel de Melo Lima, confessou que achou a prova difícil e que deveria ter estudado um pouco mais para um melhor aproveitamento. Para ela, aplicar o exame é importante para relembrar o conteúdo ensinado nos anos anteriores “Tinham várias questões sobre matérias que aprendemos no primeiro ano”, ressaltou.

A também aluna do 2º ano de SI, Maria Paula de Oliveira Barbosa, ressaltou que embora tenha concluído toda a prova, acredita que três horas e meia não são o suficiente para responder às questões tão complexas como as do SIAL. “Com um pouco mais de tempo, meu desempenho poderia ser mais satisfatório”.

De acordo com o Diretor, José Cláudio Pereira, o SIAI é uma avaliação feita com vários objetivos e entre eles destacam-se dois: para a coordenação acadêmica saber como está a preparação dos alunos de cada série e em cada área do curso, e para que os alunos se avaliem de maneira abrangente.

Para José Cláudio, é esperado que os graduandos julguem o exame como complexo e até mesmo não tenha estudado para alguns assuntos abordados. “As questões são basicamente de concursos ou de ENADE, e quando se elabora uma questão de concurso não se pergunta se o candidato estudou aquele conteúdo, especialmente. É Por esse motivo que o aluno não precisa tirar mais de 70% na prova para obter 20 pontos (máximo do SIAI) no bimestre.”

Em relação à quantidade de questões e tempo de duração da prova, o Diretor afirma que o modelo seguindo é o mesmo do ENADE. “A análise do resultado do SIAI, anualmente, tem dado informações importantes à coordenação dos cursos, aos professores e aos alunos. Este é o tipo de avaliação que a FAI pretende que todos os seus professores adotem, pelo menos para uma parte de cada nota bimestral”, conclui.

Sítio Arqueológico Letreiro do Glória terá fechamento provisório a visitação pública até que ações de preservação e tombamento sejam implementadas.

Ministério Público do Estado de Minas Gerais, o Promotor de Justiça Dr. Cristiano Cassiolato deliberou junto aos representantes dos órgãos públicos imediatamente responsáveis pela conservação e preservação do patrimônio pré histórico.

Celebramos neste momento uma primeira e simples vitória com a nossa petição de ação civil pública, iniciada em 14/set/12, com quase um ano de ativismo, muito trabalho em pesquisas e contatos com instituições da área de arqueologia e profissionais específicos do setor para o alerta do tombamento, preservação, estudos e pesquisas.

Na luta pela sobrevivência do tesouro histórico a equipe Bule Verde Cultura e Ativismo, comunidade on line sem fins lucrativos, que luta pela consciência da humanidade e meio ambiente, orientada pelo Greenpeace Brasil, criou junto a AVAAZ.org, órgão internacional de petições de comunidades, suporte aos trabalhos de abaixo-assinados e petição nas redes sociais.

Com 864 assinaturas até o momento, contando com amplo apoio de jornais, revistas, rádios e tv de Passos e região, com repercussão internacional, foi sensibilizado a atenção dos órgãos públicos responsáveis. A adesão de assinaturas registra cidadãos conscientes e engajados de vários países, Brasil, região de Passos e algumas poucas assinaturas de São João Batista do Glória, município sede do nobre endereço deste tesouro universal.

Em reunião ocorrida em 20/ago/13 (terça-feira), com a 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Passos, pelo Ministério Público do Estado de Minas Gerais, o Promotor de Justiça Dr. Cristiano Cassiolato deliberou junto aos representantes dos órgãos públicos imediatamente responsáveis pela conservação e preservação do patrimônio pré histórico, prefeitura de São João Batista do Glória e ICMBio, que a área do sítio seja interditada aos visitantes, para salvaguardar o que resta (15%) do acervo em desenhos rupestres de 11.000 a.c., nas aflorações rochosas expostas em museu a céu aberto.

O Sítio Arqueológico Letreiro do Glória, município de São João Batista do Glória, na região das Palmeiras, microrregião do Letreiro - Sudoeste de Minas Gerais, Brasil, está a poucos quilômetros da entrada do Parque Nacional da Serra da Canastra, dentro da área de conservação desta unidade.

Foi determinado que as medidas urgentes para salvaguardar o acervo do patrimônio universal da humanidade será sinalizado com placas e obstáculos provisórios até que soluções adequadas cabíveis sejam viabilizadas por profissionais responsáveis das áreas de competência.

O Bule Verde Cultura e Ativismo, diante dessas deliberações do Ministério Público do Estado de Minas Gerais, posicionará o texto da campanha da petição da AVAAZ.org ("SOS LETREIRO DO GLÓRIA: PRESERVAÇÃO E TOMBAMENTO DE 15% DE ARTE RUPESTRE E PUNIÇÃO POR 85% DO PATRIMÔNIO DESTRUÍDO") com reivindicações atualizadas.

O texto da petição pontuará agora a importância e a necessidade de um plano interpretativo local que visa orientar e induzir investimentos no patrimônio pré histórico e ambiental como atrações do turismo cultural-ecológico que promova o interesse popular no patrimônio cultural e natural.

Além do tombamento, fomentar atitudes preservacionistas; criar e recuperar este espaço público natural e incentivar a montagem de serviços e atrações turísticas, sugerindo que o planejamento interpretativo pode ser valioso instrumento para o cenário do patrimônio cultural local.

Continuamos nossa luta por este patrimônio pré histórico da humanidade com o honrado apoio da equipe da AVAAZ.org, até que nossas reivindicações sejam alinhadas e colocadas em prática pelos gestores públicos responsáveis pelo Sítio Arqueológico Letreiro do Glória.

Um grande abraço solidário e universal a todos nós cidadãos empenhados nos resultados dessa demanda por nossa dignidade como cidadãos e pelo resgate da nossa identidade cultural universal.

Informações adicionais:


Ex prefeito do município de São João Batista do Glória, MG - gestão de 1983/1988- o então jovem e visionário prefeito, foi o primeiro a reconhecer e chamar a atenção das autoridades para a importância e privilégio do município sediar e abrigar tamanha riqueza histórica.

Em sua gestão, maio de 1979, o prefeito Gilberto Godinho repassou “cacos” do patrimônio pré-histórico à Tonyan Khallyhabby, antropólogo, ex presidente do Museu Paulista de Antropologia, (MUPA), residente em São Paulo - também com endereço no Glória – nesta data ele foi o primeiro técnico, a convite do então amigo Gilberto Godinho, a estudar, pesquisar, catalogar e chamar a atenção das autoridades nacionais, que até agora - 34 anos depois - nada fizeram, caracterizando abandono, descaso e omissão total.

Tonyan Khallyhabby registrou o Sítio Arqueológico Letreiro do Glória em 29 de julho de 1979, nome natural em denominação toponímica que tornou-se tema da tese de Doutorado da USP da gloriense Dra. Edivênia Maria Lopes.

2/3

Hoje, do total do acervo resta 15%. Onde tinha um "texto inteiro", muito conhecido do meio da arqueologia do Brasil, resta o "Helicóptero", ícone do acervo e única manifestação no meio de todos os sítios arqueológicos conhecidos e mais algumas poucas letras danificadas, pichadas e muitas queimadas por fogueira de churrasco.

O antropólogo, Tonyan Khallyhabby, autor de livros de estudos e pesquisas do Sítio Arqueológico Letreiro do Glória, responsável por testes de carbono 14 e relatórios da datação da idade do patrimônio. Autor do cadastramento do Sítio Arqueológico junto ao IPHAN Minas Gerais. Autor de publicações específicas em duas edições das três revistas “TEMA”, com artigos técnicos, editadas pelo MUPA- Museu Paulista de Arqueologia. Consta ainda, outra revista com artigos de Khallyhabby, editada pela UFRG.

EVENTOS DESTACAM POTENCIAL DA CITRICULTURA NO SUL DE MINAS

Três cidades da região Sul de Minas vão sediar na próxima semana encontros técnicos sobre Citricultura. Em eventos nas cidades de Perdões (27/8), Campanha (28) e Três Corações (29), a pesquisadora da Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (EPAMIG) Ester Alice Ferreira falará sobre as atuais condições, as potencialidades e os desafios para a produção de cítricos. Outro destaque será a Estação Técnica na qual serão apresentadas, no ônibus laboratório “Ciência Móvel” da EPAMIG, novas cultivares de frutas cítricas.

Minas Gerais é o quarto maior produtor de cítricos no Brasil. Os principais são laranja, limão e tangerina. Ester Ferreira informa que a atividade é comum em todas as regiões do Estado. “Temos no Triângulo Mineiro, uma produção de laranja voltada para o atendimento de indústrias de sucos do estado de São Paulo. O Sul de Minas fornece laranjas e tangerinas para o mercado interno. A região Central do Estado produz grande quantidade de mexericas e tangerinas, já a região Norte, principalmente o Perímetro Irrigado do Jaíba, vem se destacando na produção da lima-taiti para a exportação”. Ainda, segundo a pesquisadora, é comum o cultivo de cítricos em pequenas propriedades e em pomares caseiro por todo o Estado.

Encontro Técnico de Citricultura

Perdões

Data: 27 de agosto
Horário: 13 horas
Local: Clube Campestre de Perdões – Zona Rural (próximo ao Parque de Exposições)

Campanha

Data: 28 de agosto
Horário: 18 horas
Local: Câmara de Vereadores – Rua Padre Natuzzi, 79 - Centro


Três Corações

Data: 29 de agosto
Horário: 18 horas
Local: Escola do Legislativo – Avenida Quinto Centenário do Brasil, 1010 – Bairro Santa Tereza.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas na data e local do evento.
Mais informações EPAMIG Sul de Minas (35) 3829-1190.

2013/08/20

FIGURA IMPORTANTE DA SOCIEDADE SUL MINEIRA ESTÁ DE VOLTA.

AFASTADO À 3 ANOS DA VIDA SOCIAL, APÓS FICAR DOENTE, FAZENDO TRATAMENTO E INTERNADO EM VÁRIAS CLÍNICAS, O FAMOSO JOÃO SILAS RETORNA AS SUAS ATIVIDADES SOCIAL....ONDE PRETENDE ENCONTRAR OS AMIGOS E COM UMA VIDA NOVA. MANTER SUAS ATIVIDADES POLITICAS EM MINAS E SOCIAL EM SÃO PAULO. HOJE ESTA REUPERADO DE SAÚDE E EM BREVE TEREMOS O POLÊMICO JOÃO SILAS DE VOLTA. VAMOS AGUARDAR PARA BREVE ESTE ESPERADO RETORNO DO NOSSO AMIGO JOÃO SILAS. VEJAM NAS FOTOS O IMPORTANTE ELO DE AMIZADE DELE NA SOCIEDADE BRASILEIRA:

2013/08/19

Está chegando a grande Festa de Consagração Pública da sociedade Sul Mineira, promovida pelo jornal Sul Mineiro, em Caxambú - MG.

O Jornal Sul Mineiro estará realizando em comemoração ao seus 12 anos, a super prestigiada entrega do Título de Consagração Pública 2013, DESTAQUE DO ANO, aos empresários, profissionais liberais e valores pessoais da região. Será uma noite inesquecível para os presentes, tudo realizado no luxuoso Palace Hotel de Caxambu, com um grande SHOW do renomado mágico Marlon França.

2013/08/16

Paula Fernandes abre o segundo final de semana da Expo Cruzeiro 2013

Após o sucesso do primeiro final de semana da Maior Festa do Vale do Paraíba, teremos, a partir de hoje, mais atrações nacionais no palco da Expo Cruzeiro 2013. E, para abrir com chave de ouro teremos a cantora sertaneja Paula Fernandes se apresentando no palco principal, após o show a festa continua no Camarote Balada com a dupla Ney e Edson e, o cantor André Viana. No sábado é a vez da banda de rock nacional O Rappa agitar a galera com seus recentes sucessos “Pra quem tem fé” e “Vem pra rua”. E, domingo o sucesso nacional Thiaguinho fechará o evento com muita ousadia e alegria.

Já passaram pelo palco da Expo Cruzeiro – Naldo, Sambô e Galinha Pintadinha, reunindo na primeira semana de festa cerca de 40 mil pessoas.

O evento, que é o mais esperado pela população cruzeirense e da região de Sul de Minas Gerais e Sul Fluminense, traz diversas atrações musicais nacionais e regionais. A Expo Cruzeiro está sendo realizada no Recinto de Exposições de Cruzeiro – Estrada Cruzeiro/Cachoeira Paulista.

Para garantir a sua segurança e de sua família, a Joe Produções trabalha com seguranças profissionais, sendo todos eles com certificados, além de diversas câmeras espalhadas pelo Recinto e estacionamento.

Venha participar conosco da Maior Festa da Região do Vale do Paraíba.

Para adquirir seu ingresso, vá até um de nossos pontos de vendas autorizados. Cruzeiro: Banca do Ewerson, Eclipse, Dimark, Ponto do Café e Promoters no calçadão (rua 5). Cachoeira Paulista: Fazendinha Moda Country. Passa Quatro/MG: Manson. Lorena: Dimark e Guaratinguetá: Dimark. Informações: (12) 3145-2201.

Veja tudo que já rolou no primeiro final de semana da Expo Cruzeiro 2013: www.facebook.com/joeproducoes;

2013/08/14

TRÊS JOVENS EM OBSERVAÇÃO NO CRUZEIRO EC

A diretoria do Santarritense Futebol Clube, comandado pelo presidente José Romildo Bueno (Bugalu), segue fazendo um ótimo trabalho nas categorias de base do clube.

Após o sucesso de Roberth Kennedy no Fluminense, três atletas chegaram esta semana ao Cruzeiro Esporte Clube, onde ficarão por uma semana em avaliação sobre coordenação do ex-goleiro do Flamengo, Raul Plasmann.

Os jovens Raul (zagueiro), Gabriel (lateral-direito) e João Vitor (volante) são frutos da Escolinha do Santarritense FC, que segue com os seus trabalhos a todo vapor, em busca dos sonhos de muitas crianças.

Enduro da Independência percorrerá Rota Imperial de Vitória a Ouro Preto


De 4 a 7 de setembro, prova de regularidade mais tradicional do país reproduzirá caminho utilizado por Dom Pedro II

Considerada a mais tradicional prova de enduro de regularidade do Brasil, o Enduro da Independência chega à 31² edição com um trajeto inédito. De 4 a 7 de setembro, os pilotos vão percorrer a Rota Imperial São Pedro D´Alcântara, de Vitória (ES) até Ouro Preto (MG), caminho utilizado por Dom Pedro II em uma de suas viagens pelo interior do país.

Serão cerca de 900 quilômetros de desafios que exigirão preparo físico dos competidores nos quatro dias de prova. De acordo com a organização, o Enduro da Independência 2013 deve reunir mais de 400 pilotos de moto entre profissionais e amadores, em 11 categorias: Master, Senior, Feminino, Over 40, Over 45, Over 50, Over 55, Junior, Novato, Dupla Estreante, Dupla Graduado.

O caminho, que começou a ser utilizado durante o período de exploração do território nacional em busca do ouro, será roteiro das motos a partir da quarta-feira (4), quando os pilotos saem de Vitória (ES) para Venda Nova do Imigrante (ES), considerada a cidade com maior altitude do Espírito Santo.

Na quinta-feira, 5, a competição chega ao estado de Minas Gerais, passando por desafiadores trechos de serra até Manhuaçu (MG). A parada da sexta-feira, 6, será em Viçosa (MG), antes de chegar à histórica cidade de Ouro Preto (MG) no sábado, 7, dia da Independência do Brasil.

Na edição de 2012, o piloto Rodrigo Amaral venceu o Enduro da Independência na categoria Master. Antônio Luiz Maciel Filho ficou com a vitória na Senior e Sabrina Katana foi a campeã no feminino. O primeiro colocado entre pilotos da categoria Novato foi Túlio Borges Malta, enquanto Gabriel Guimarães Cordeiro foi o melhor da Junior. Nas categorias Over 55, Over 50, Over 45 e Over 40 os campeões foram George Parik, Hugo Morato, Noé de Oliveira e Genoir Bruning, respectivamente. Vinicius Campos e Cláudio Silva venceram na Dupla Graduado, enquanto Carlos Renato e Luciano Bigarelli foram campeões na Dupla Estreante.

Inscrições
As inscrições para todas as categorias do Enduro da Independência seguem abertas até o início da competição através do site do Trail Clube. Quem se inscrever até o dia 20 de agosto paga uma taxa no valor de R$ 800,00. A partir desta data até 25 de agosto, os valores sobem para R$ 900,00. Daí até o dia da prova, serão aceitas inscrições com uma taxa de R$ 1.000,00.

Rota Imperial
A Rota Imperial revive o caminho percorrido pelo imperador D. Pedro II quando esteve no Espírito Santo, em 1860, e se conecta à Estrada Real, que reúne antigos caminhos abertos pela Coroa Portuguesa para transportar as preciosidades de Minas Gerais para o Rio de Janeiro.

A Rota Imperial São Pedro D´Alcântara, ligando Vitória a Ouro Preto, passa por 31 municípios e tem a extensão de 575 quilômetros. Ela abrange 14 municípios no Espírito Santo e 17 no Estado de Minas Gerais. Do marco zero, em Vitória, o trecho segue por Cariacica, Viana, Domingos Martins, Venda Nova do Imigrante, Castelo, Conceição do Castelo, Santa Leopoldina, Santa Maria de Jetibá, Iúna, Ibatiba, Ibitirama, Irupi e Muniz Freire.
Em Minas Gerais, a Rota Imperial segue pelas cidades de Martins Soares, Manhumirim, Alto Caparaó, Alto Jequitibá, Luisburgo, São João do Manhuaçu, Santa Margarida, Pedra Bonita, Matipó, Abre Campo, Jequeri, Oratórios, Ponte Nova, Acaiaca, Barra Longa, Mariana e Ouro Preto.

O Enduro da Independência 2013 tem patrocínio da Honda, Secretaria de Turismo do Estado do Espírito Santo, Prefeitura Municipal de Ouro Preto, Ipiranga, Instituto Rota Imperial, Microcity, Prefeitura Municipal de Vitória, Cervejaria Backer e Plena Alimentos. Apoio da Prefeitura Municipal de Viçosa, Prefeitura Municipal de Manhuaçu, Prefeitura Municipal de Venda Nova do Imigrante e Motostreet.

Produtores interessados já podem se inscrever para a Semana Internacional do Café


Evento, considerado um dos principais na área de cafeicultura do mundo, será realizado em setembro, por meio de uma iniciativa do Governo de Minas

Produtores rurais e profissionais do setor da cafeicultura já podem fazer as inscrições para participar do oitavo Espaço Café Brasil, a maior feira da América Latina ligada à atividade, e que faz parte da Semana Internacional do Café, um dos principais eventos da cafeicultura mundial em 2013. Além da feira, a semana também contará com a reunião de 50 anos da Organização Internacional do Café (OIC), que contará com delegações de mais de 70 países.

A Semana Internacional do Café será realizada no Expominas, em Belo Horizonte, de 9 a 13 de setembro. A visitação do público vai até o dia 12, dentro do Espaço Café Brasil. O dia 13 de setembro está reservado a visitas técnicas às principais regiões produtores de Minas Gerais. Já o acesso à reunião da OIC é exclusivo para as delegações oficiais de cada país-membro.

Para solicitar o credenciamento antecipadamente e visitar o Espaço Café Brasil, os interessados devem acessar o site www.semanainternacionaldocafe.com.br ou o www.espacocafebrasil.com.br. Produtores rurais e profissionais do setor com CNPJ não pagam para obter a credencial e os demais visitantes pagam R$ 20 pelo credenciamento. A feira vai apresentar exposição de equipamentos, produtos e serviços, além de promover rodadas de negócios, concurso de baristas, concurso de provadores de café (cup tasters), provas de café (cupping) e diversos eventos técnicos, como seminários, palestras e workshops.

A Semana Internacional do Café é uma promoção do Governo de Minas, por meio da Secretaria de Estado de Agricultura, Pecuária e Abastecimento (Seapa), em parceria com a Federação da Agricultura e Pecuária de Minas Gerais (Faemg), Sebrae, OIC, Ministério da Agricultura, Pecuária e Abastecimento, Ministério das Relações Exteriores e Café Editora. O evento conta com patrocínio da Nestlé e do Sistema OCB/Sescoop/Ocemg.

Campeonato de baristas

Uma das principais atrações das feiras internacionais de café é o campeonato de barista (especialista em preparar bebidas com café). Durante a Semana Internacional do Café, será realizado a 13ª edição da atividade. Cada competidor terá 15 minutos para preparar e servir aos juízes quatro espressos, quatro capuccinos e quatro drinques de assinatura. Nenhum ingrediente que contenha álcool é permitido. O acesso ao campeonato é gratuito para visitantes credenciados.

Seminários e palestras

Diversos eventos técnicos serão promovidos durante a Semana Internacional do Café, dentro do Espaço Café Brasil. Um deles é a IV Conferência Internacional de Cafés Arábicas Naturais, apoiada por duas das mais importantes entidades do mercado de cafés de qualidade no mundo: o Coffee Quality Institute (CQI) e a Specialty Coffee Association of America (SCAA). Durante o encontro, especialistas internacionais mostrarão pesquisas recentes sobre os cafés naturais – tipo de processamento em que o fruto seca com a casca no terreiro e que, entre outras qualidades, confere mais doçura à bebida. Os participantes terão ainda a oportunidade de provar os melhores cafés nacionais brasileiros que passam por esse método. As outras edições foram realizadas no México e em países da África.

Entre os palestrantes da conferência em Belo Horizonte estará o mexicano Manuel Diaz, mestre em torra de café e responsável pela elaboração de diferentes perfis sensoriais para competições internacionais. Também participam o diretor-executivo da Coffee Quality Institute (CQI), David Roche, que representa estudos e provas profissionais de cafés de qualidade, e o professor-doutor na Universidade Federal de Lavras (Ufla), Flávio Borém, um dos maiores especialistas em cafés naturais no Brasil. A quarta edição da conferência será realizada nos dias 11 e 12 de setembro. Ao final do encontro, será elaborado um documento oficial inédito, o Guia de Referência e Padrões dos Cafés Naturais no Mundo. A programação completa e o formulário para a inscrição antecipada, que tem o valor de R$ 150, estão disponíveis no site do Espaço Café Brasil.

Outros eventos

Além da conferência internacional, visitantes nacionais e internacionais poderão participar de mais de dez encontros e palestras durante a Semana Internacional do Café, com conteúdos exclusivos e participação de especialistas do mercado. A maior parte da programação técnica será realizada pela primeira vez em Minas Gerais.

Um dos eventos de bastante procura é a Rodada de Negócios & Coffee of The Year 2013, em que compradores e empresários de diversos países circulam nas mesas de provas para a avaliação sensorial do café e a compra das sacas. Para os que se interessam em conteúdo e assuntos do mercado de café, haverá o DNA Café 2013, seminário internacional, nos dias 9 e 10 de setembro, com 12 horas de conteúdo sobre desenvolvimento, novidades e ações para um futuro sustentável de toda a cadeia do café, com foco em temas relevantes para o dia a dia de produtores, técnicos, profissionais do setor e estudantes da área

Diana Oliveira, do Programa Domingo Legal, é a modelo da nova coleção da Laniclê Lingerie

A Laniclê Lingerie, confecção do polo mineiro de moda íntima Juruaia, já está com a nova coleção primavera/verão 2013/2014 pronta para ser lançada. Com a cara do verão tropical, ou seja, leve e colorida ao mesmo tempo, as peças têm tudo para agradar. E para estampar a coleção nova, a escolhida foi a assistente de palco do Domingo Legal, Diana Oliveira. A morena apresenta, dentro do programa, o quadro “As aventuras de Bruna e Diana”.

Aos 24 anos, Diana tem chamado a atenção pela beleza e pelo carisma. Sua primeira aparição nas telinhas foi no programa Fantasia, que ia ao ar nas madrugadas da semana, na rede SBT. “Diana Oliveira chama a atenção pela beleza brasileira típica: pele morena, cabelos castanhos escuros e corpo perfeito. A Laniclê a escolheu justamente por ela sintetizar os atributos da beleza brasileira e por combinar com a nova coleção da marca”, diz Cleuza Ferreira Rezende, uma das proprietárias da Laniclê. E as fotos da nova coleção ficaram bárbaras. “Com sua beleza natural e carismática, Diana Oliveira conseguiu deixar as peças ainda mais belas”, finaliza Rezende.

A coleção primavera/verão 2013/2014 da marca será lançada durante o Festlingerie, que acontece entre os dias 2 e 7 de setembro de 2013, em Juruaia, Minas Gerais.

Encontro Técnico de Piscicultura discute nesta quarta-feira, em Alfenas, a atividade nos



A piscicultura será tema de mais uma discussão, a ser realizada nesta quarta-feira, em Alfenas, às 19h, na biblioteca do Campus Universitário da Unifenas, na Rodovia MG 179 Km Zero. A iniciativa é parte da programação do Encontro Técnico de Piscicultura, iniciado na última segunda-feira, em Capitólio, um dos 34 municipios banhados pela represa de Furnas.


O evento debate as ações do projeto Ordenamento da Implantação e do Desenvolvimento da Piscicultura Intensiva nos Reservatórios de Três Marias, Furnas e Nova Ponte. O projeto, da Epamig e Embrapa/Meio Ambiente, tem a parceria da Fapemig e da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Estado de Minas Gerais (Emater-MG). A empresa pública de extensão rural colabora com o projeto, mobilizando e identificado os piscicultores da região, segundo o coordenador técnico regional da Emater-MG de Passos, Frederico Ozanam.

O objetivo do projeto é estabelecer o ordenamento e fomento à implantação da piscicultura nestes reservatórios, por meio da colocação de sondas em pontos estratégicos destes locais para medir o impacto ambiental desta atividade. “As sondas serão para medir os parâmetors físicos e químicos da água”, explica o coordenador técnico Ozanam.

Conforme levantamentos técnicos, a piscicultura pode ser uma das impulsionadoras do desenvolvimento social e econômico destes municípios, localizados próximos à usinas hidrelétricas, pois possibilita o aproveitamento efetivo desses reservatórios e da mão de obra ribeirinha.

De acordo com a técnica da Epamig, Elizabeth Lomelino, a criação de peixes em tanques-redes vem aumentando na região para atender à demanda do mercado interno e externo. Ela avalia que esta tecnologia pode conciliar o uso sustentável do meio ambiente com alta produtividade.

Para Lomelino, a implantação dos tanques exige um estudo minucioso das condições do local, principalmente, em ambientes naturais, em função da dificuldade em controlar a qualidade de água nesses ambientes. “Assim, é possível determinar a capacidade máxima produtiva sem que ocorra prejuízo nas condições ambientais, na produtividade e viabilidade econômica do sistema implantado”, argumenta.

Ainda conforme Elizabeth Lomelino, nos reservatórios de Minas, os empreendimentos de tanques rede estão expandindo bastante, já que a totalidade dos piscicultores vem trabalhando com tilápia. “Esse desenvolvimento é, em boa parte, devido a incentivos do governo do Estado, apoiando o desenvolvimento de pesquisas, visando à utilização da água para atividades aquícolas, com a implantação dos parques aquícolas (áreas demarcadas para possibilidar locais melhores para o cultivo de peixes)”, explica.

Assessoria de Comunicação da Emater-MG – Ascom
Unidade Regional de Alfenas
tel: (35) 3292-1170

2013/08/09

Governo federal investe mais de R$ 1 mi em museu sobre ET de Varginha


A presidente Dilma disse nesta semana ter "respeito pelo ET de Varginha", mas o extraterrestre que teria aparecido na cidade mineira em 1996 anda sem prestígio por lá, a julgar pelo estado de uma obra em homenagem ao ilustre "visitante".

O "Museu do ET" teve investimento de mais de R$ 1 milhão em recursos federais e é hoje apenas o esqueleto de uma nave espacial enferrujada, cercada por mato e que serve de abrigo para nove cachorros.


No local, em meio ao entulho da obra, uma placa avisa: "Aqui tem investimento do governo federal".

Localizado no alto de um morro com vista para a cidade, o memorial deveria contar toda a saga do suposto ET.

Em 2007, o Ministério do Turismo repassou ao município R$ 828,7 mil (R$ 1,1 milhão, em valores atualizados) para a obra, tocada até 2010.

FONTE: UOL/PAULO PEIXOTO
ENVIADO ESPECIAL A VARGINHA (MG)

2013/08/07

ABRAPAZ lança em Caxambu o Projeto Social “Bom Pastor”

No dia 19 de julho, a ABRAPAZ fez o lançamento oficial do PROJETO SOCIAL “BOM PASTOR”, nas dependências do templo do Ministério da Nova Aliança. Este projeto é uma criação do Prof. ANTONIO CUSTODIO LOPES, e sua execução caberá a Agência Brasileira da Paz, Justiça e Cidadania- ABRAPAZ, através de parcerias celebradas com as mais variadas instituições de direito público e privado existentes no município.

Conforme o CENSO 2010, do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística- IBGE, havia em Caxambu 288 familias que não tinham nenhuma renda. Isso significa que 1.440 cidadãos viviam na mais absoluta miséria, sendo totalmente incapazes de prover as necessidades mais básicas da existência humana, qual sejam moradia e alimentação.

O mesmo CENSO apontava a existência de 126 famílias que sobreviviam com uma renda inferior a meio salário mínimo por mês. Isso resulta num universo de 630 cidadãos que não possuíam condição de desfrutar de uma vida com o mínimo de dignidade que o ser humano necessita, tendo em vista que um nível de renda tão baixo e insuficiente para as necessidades básicas de alimentação e moradia.

O IBGE também indicava na ocasião que havia o expressivo numero de 1.242 famílias sobrevivendo com uma renda entre meio e um salário mínimo mensal. Isso envolve um conjunto de cidadãos que abrange o contingente aproximado de 6.210 pessoas que sobrevivem muito aquém do necessário.

Ainda conforme o CENSO 2010 do IBGE tínhamos, na cidade de Passa Quatro, 111 famílias que sobreviviam sem nenhum rendimento. Resulta disso que, aproximadamente, 550 cidadãos viviam numa miséria tão extrema que não oferecia a mínima condição de suprir as necessidades mais elementares de alimentação e moradia.

A continuidade no levantamento das pesquisas sobre o mapa da fome no sul de Minas trouxe muitas outras informações, resultando numa situação mais ou menos parecida com aquela descrita em Caxambu. O restante dos dados relacionados a Passa Quatro, por exemplo, manteve-se nessa mesma linha. Isso significa que um contingente populacional da ordem de 30% da população total desses municípios não auferiam renda mensal suficiente para prover as suas necessidades básicas de alimentação e moradia.

Para complicar ainda mais essa difícil situação, temos tomado contato com inúmeras famílias que não têm acesso a nenhum sistema oficial de proteção e/ou assistência social, principalmente no que diz respeito à importante questão da segurança alimentar e nutricional. O pior é que muitas delas se inscreveram nos programas governamentais que se apresentavam como um canal para viabilizar a obtenção da ajuda necessária. Pois bem, elas permanecem aguardando há anos por tal assistência.

“Nosso objetivo é garantir a toda a população dos municípios do sul de Minas Gerais uma qualidade de vida condizente com a posição de uma das maiores economias do Brasil, eliminando a fome, por considerá-la a mais aviltante e dolorosa de todas as mazelas humanas e, consequentemente aquela que mais devemos combater”. Declarou o autor do projeto.

O Projeto é coordenado pelos pastores Custodio e Miva Lopes

2013/08/06

FESTIVAL MUNDIAL DE CIRCO EM CAXAMBU TEM PÚBLICO DE 15 MIL PESSOAS






FESTIVAL MUNDIAL DE CIRCO EM CAXAMBU
TEM PÚBLICO DE 15 MIL PESSOAS

Programação intensa e gratuita encantou e divertiu as plateias


Durante seis dias, de 23 a 28 de julho, Caxambu se tornou a cidade oficial do Circo no Brasil com a realização do Festival Mundial de Circo 2013. A população local, da região e os turistas abraçaram o Festival e compareceram em peso, lotando todas as atrações e embarcando no mundo lúdico, colorido e festivo do circo.

Nesta primeira edição do Festival Mundial de Circo em Caxambu, e já estão confirmadas mais duas edições, em 2014 e 215, o público estimado é de 15 mil pessoas.

Na programação que encantou a cidade foram apresentados dois cortejos artísticos, 11 espetáculos, duas atrações surpresas, quatro oficinas e Mostra de Filmes, totalizando mais de 30 apresentações gratuitas.

O Ponto de Encontro, que funcionou diariamente, atraiu o público para as delícias gastronômicas e também para a programação musical que, a cada noite, apresentou um show diferente.

A programação foi descentralizada e com isso os personagens encantados do picadeiro, como palhaços, malabaristas e acrobatas, povoaram as ruas, praças e parques da cidade turística do Circuito das Águas.

Uma lona de circo armada em frente ao Ginásio Jorge Curi apresentou várias atrações, que também aconteceram em outros pontos da cidade, como o Parque das Águas, o calçadão, a escadaria da Igreja Santa Isabel, o Centro Educacional Infantil Santa Tereza, a quadra rua Plínio Mota, a Praça João Pedro da Cunha (Caxambu Velho), a Praça 16 de Setembro e o Cine Caxambu.

Na programação do Festival Mundial de Circo 2013, Brasil, Espanha, Argentina e Bélgica estiveram representados nas seguintes atrações:

Circo Zanni (Brasil) – Espetáculo: “Circo Zanni”
Circo Amarillo (Argentina/Brasil) – Espetáculo: “Experimento Circo”
Grupo Trampulim (Brasil) – Espetáculo “ Uma Surpresa para Benedita”
Turma do Biribinha (Brasil) – Espetáculo: “APalhassadamuzikada...Uma Sinphonia Engrassada”
Circo Amarillo (Argentina/Brasil) – Espetáculo: “Clake”
Tortell Poltrona (Espanha) – Espetáculo: “Postclássic”
Cia A Base – Espetáculo “As Mulheres do Sol e o Balão”
Cia. Carroça de Mamulengos (Brasil) – Espetáculo “Pano de Roda”
Espetáculo: “Na Esquina” (Brasil/Bélgica)
Grupo Galpão (Brasil)- Espetáculo “Os Gigantes da Montanha”.
Marisa Orth – Show “Romance Vol. II”
O Homem Banda (Brasil)
Cirk In (Brasil)

FESTIVAL MUNDIAL DE CIRCO

O Festival Mundial de Circo foi o vencedor do Edital de chamamento Público realizado pela Secretaria de Estado do Turismo, que incentiva a realização de festivais culturais no interior do Estado. Durante três anos, o Festival Mundial de Circo terá apoio financeiro para a realização das próximas edições na cidade de Caxambu/MG. “O apoio durante esse período é fundamental para conseguirmos realizar o Festival de forma planejada”, relata Fernanda Vidigal, coordenadora do evento.

A proposta para a realização do Festival Mundial de Circo em Caxambu será mais um passo importante na trajetória do Festival. A intenção é fazer de Caxambu a “cidade oficial do circo no Brasil”. Para isso, vamos trabalhar para proporcionar a integração do evento com a cidade, fazendo dele uma ferramenta eficaz na valorização dos conteúdos locais e um forte multiplicador de negócios. Isso se dá quando a comunidade se apropria do evento, colabora com a sua renovação e atualização e enxerga o seu potencial para gerar novos fluxos de visitantes.

Nesse sentido, a partir de 2013 o Festival Mundial de Circo acontecerá em seu formato maior em Caxambu. Mas Belo Horizonte também abrigará parte da programação do Festival, principalmente de ações voltadas à formação profissional, como residências artísticas e oficinas, mostras de curta duração e a tradicional festa Cabaré do Festival.

Festival em Caxambu – de 23 a 28 de julho de 2013
Festival em BH – de 30 de agosto a 07 de setembro de 2013


Histórico


Primeiro e o maior do gênero no país, o Festival Mundial de Circo - FMC garantiu destaque na agenda dos grandes festivais de artes cênicas do Brasil já em sua primeira edição, em setembro de 2001. Recebeu o prêmio “Gentileza Urbana”, concedido pelo IAB/MG (Instituto dos arquitetos do Brasil) e ao longo de sua trajetória obteve apoio e chancela de órgãos e instituições importantes como a UNESCO, Ministério da Cultura, FUNARTE, Secretaria de Estado de Cultura de Minas Gerais, Prefeitura Municipal de Belo Horizonte, entre outros.

O principal diferencial do FMC está em sua própria definição, uma vez que ele ultrapassa o conceito de evento e passa a trabalhar de maneira propositiva, abrigando diversas atividades em um grande projeto “guarda‐chuva”. Estamos constantemente buscando parcerias com órgãos públicos e privados para criar e realizar ações de impacto nas comunidades onde atuamos.

Em suas doze edições – de 2001 a 2012 - o festival contou com a participação dos maiores nomes do circo mundial (como o circo americano Ringling Bross e o internacionalmente conhecido Cirque du Soleil) além de artistas e grupos de diversos países, entre eles Argentina, Uruguai, Austrália, Canadá, Estados Unidos, China, Kênia, Ghana, Rússia, França, Portugal, Inglaterra, Itália, Bélgica, Espanha, Cuba e de todas as partes do Brasil.

Serviço:

FESTIVAL MUNDIAL DE CIRCO
DE 23 A 28 DE JULHO – CAXAMBU - MG
Espetáculos, Show, Oficina, Exposição, Mostra de Filmes
Outras informações: www.festivalmundialdecirco.com.br

Contato para entrevistas:
Fernanda Vidigal - Telefone: 31 3225-7521/ 9994-2925
Assessoria de Imprensa: Astronauta Comunicação
Adilson Marcelino e Lucas Ávila – 31 8875-4527

2013/08/05

Artista de Cabo Verde, Sul de Minas, produz móveis rústicos e artísticos aproveitando as madeiras dos cafezais do município


Há cerca de sete anos, o marceneiro aposentado Paulo Silva, 71 anos, de Cabo Verde, Sul de Minas, mais conhecido na cidade como Paulo Esteves, descobriu sua vocação de artista quando participou de um treinamento para artesãos. A partir daí começou a produzir móveis rústicos confeccionados em madeira de café que evoluíram para acabamentos finos e criativos no laminado. A inovação tem chamado a atenção de apreciadores da arte que valorizam o artesanato e buscam as diversidades inimagináveis presentes no mercado, principalmente as que possuem uma familiaridade com o café.

O artista foi convidado a expor seus trabalhos no estande da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural de Minas Gerais (Emater-MG) durante a Expocafé/2013, evento realizado pela Empresa de Pesquisa Agropecuária de Minas Gerais (Epamig), no município de Três Pontas, local propício para a divulgação da arte produzida a partir do pé de café. O trabalho do artista atraiu a atenção dos visitantes pela criatividade e inovação. Sua arte já repercute em vários estados do Brasil.

Paulo Silva sempre trabalhou como marceneiro, mas com a dificuldade em adquirir madeiras de lei, resolveu inovar, aproveitando o fato da região ser cafeeira e ter sua maior renda nesta economia. Através da nova atividade ele acaba participando da sustentabilidade do município. “Se falta madeira de lei, sobra madeira de café, porque Cabo Verde é puro café, e os produtores não sabem o que fazer com a madeira, mas eu sei. Gasto apenas com o carreto para buscá-las nos cafezais”.

Antes de usar a madeira como matéria-prima o artista procurou informações sobre sua resistência. “Eu pesquisei tudo sobre ela. O resultado superou as expectativas. Ela é forte, tem natureza amarga e não é propícia a proliferação de cupins. Estas eram as minhas preocupações”, afirma.

Vida do artista mudou para melhor depois que descobriu sua vocação

Ele diz que depois que começou a construir móveis de madeira de café, sua vida mudou totalmente, tanto nos aspectos sociais, como pessoais. Segundo conta, antes de trabalhar nessa área, estava numa vida muito difícil, com problemas financeiros e até mesmo emocionais.


A vida artística fez bem para a saúde do artesão. Ele acabou descobrindo que a tendência para arte é genética. “ A arte está na genética da minha família, só que ninguém levou a sério, só eu. Tenho um irmão que que faz instrumentos musicais de madeira, como cavaquinho e violino, outro que esculpia e, ainda outro que fazia casinhas de bonecas e trabalhos similares”.


O trabalho é feito a partir da madeira “in natura”. “Eu limpo, lixo, com dois ganchos faço os pés da mesa e por cima uso madeira fina e faço um laminado de 1 cm, e crio desenhos de minha imaginação. O custo de uma mesa de 80 cm e quatro bancos, laminada e com os pés naturais, sai a R$650. “O trabalho é uma mistura, os pés são rústicos e, normalmente a parte de cima tem desenhos no laminado, numa produção só de madeira de café”.


Segundo ele, comparando as peças que produzia no início da carreira artística com as atuais, é perceptível a melhoria na qualidade dos produtos. “Eu fui me aperfeiçoando com o tempo, quando comecei os produtos eram de madeira pura, rústicos, sem desenhos. Fui aprimorando. Hoje os consumidores preferem os produtos com uma pitada de arte”.


A maior fonte de renda do artesão vem dessa atividade. Os móveis são produzidos por encomenda numa procura maior que a demanda. “São encomendados e vendidos em minha oficina ou na Casa do Artesão de Cabo Verde”. O artista também expõe pelo “Balaio Mineiro Uai”, que é uma Federação de Artesãos e Produtos Caseiros do Sul e Sudoeste mineiro, onde 15 cidades participam de forma itinerante e, Cabo Verde é uma delas.


Através do “Balaio Mineiro Uai” o artesão participa de exposições em cidades da região, de dois em dois meses, por meio de rodízio. “Já expus em Poços de Caldas, Botelhos, Muzambinho e São Sebastião do Paraíso”, diz.


O artista está vivendo um momento de realização pessoal e profissional. “Estou muito feliz, trabalho sozinho, tenho maquinário próprio e o lugar é meu. Faço o que gosto. Descobri que gosto mais disso aqui do que de marcenaria. Minha maior recompensa é ver várias pessoas apreciando minha criação, destacando a arte na mobília. Hoje posso dizer que trabalho por prazer”.

Assessoria de Comunicação da Emater-MG
Estagiário: Fábio Araújo Nogueira/ Regional Guaxupé
(31) 3349-8241

Acidente de trânsito em Ouro Fino

Em 04 de agosto de 2013, às 18h25min, a Polícia Militar Rodoviária de Ouro Fino, compareceu na Rodovia MG 459, Km 04, em Ouro Fino, para atender um acidente de trânsito (capotamento com vítima fatal). Os militares ao chegarem ao local, encontraram veículo GM/ S10, cor branca, placas de Ouro Fino capotado e o condutor que estava no interior do veiculo já sem vida. Segundo testemunhas o condutor trafegava sentido Monte Sião à Ouro Fino onde perdeu o controle direcional. O corpo da vítima foi encaminhado ao IML de Pouso Alegre. O veículo foi removido pelo auto socorro.

Assessoria de Comunicação Organizacional da 17ª Cia PM Ind MAT
Paz no Trânsito, Natureza Viva.

Homens sofrem acidente após furtar veículo

Em 04 de agosto de 2013, às 17h10m, a Polícia Militar Rodoviária de Caxambu deslocou-se a Rodovia MGC 383-KM 247, na cidade de Cruzília para atender um acidente de trânsito. No local os policiais foram informados por militares do policiamento de Cruzília que, por volta das 14h, dois indivíduos teriam furtado o veículo Fiat Uno, cor branca, placas de Petrópolis/RJ, na cidade de Cruzília e tomaram rumo a Rodovia MGC 383, quando próximo ao KM 247, perderam o controle direcional do veículo vindo a chocar-se contra um barranco existente a margem direita da via sentido decrescente. Do sinistro não houve vítimas, os envolvidos que ocupavam o veículo, evadiram do local sentido ao município de Minduri, sendo presos pela Polícia Militar de Cruzília alguns quilômetros após. O veículo foi removido ao pátio credenciado por se tratar de veículo produto de furto.
Assessoria de Comunicação Organizacional da 17ª Cia PM Ind MAT
Paz no Trânsito, Natureza Viva.

SRS/PA realiza Reuniões Preparatórias para a Campanha de Multivacinação


Nesta semana, a Superintendência Regional de Saúde de Pouso Alegre (SRS/PA) realiza reuniões preparatórias para a Campanha de Multivacinação do Governo Federal, com a participação de 210 profissionais de 53 municípios da região.

As reuniões vão ser realizadas nas cinco microrregiões da SRS, sendo no dia 07/08 em Poços de Caldas, no dia 08/08 em Itajubá, no dia 09/08 em Ouro Fino, no dia 12/08 em Pouso Alegre e, finalizando, no dia 13/08 em Camanducaia.

O objetivo das reuniões é informar aos municípios sobre a operacionalização da campanha, as vacinas que serão ofertadas à população, a revisão do calendário vacinal, as reações adversas após a vacina e sobre a rede de frio (conservação e manipulação das vacinas).

A campanha, que tem como meta principal colocar a vacinação das crianças menores de cinco anos em dia, terá início no dia 24 de agosto, o dia D da campanha, e se estenderá até o dia 30.

Nas zonas rurais, a Campanha terá inicio no dia 19 e término no dia 23.

Por Hugo Ferreira e Panmela Oliveira
Professora Orientadora Hellen Morais Mtb 05774 JP

SEJA BEM VINDO

Prezado amigo(a), para nós é uma satisfação a sua visita em nosso blog. Este blog é uma amostra das matérias que circula no Jornal Sul Mineiro. Nas coberturas do Sul Mineiro sempre daremos uma nota aqui. O Jornal Sul Mineiro, Turismo, Negócios e Informações, está na região desde de 2002, ou seja, 10 anos, fazendo um trabalho transparente, honesto e com credibilidade. Tive ao meu lado a minha filha Juliana que foi minha Secretária no início que me ajudou muito. Hoje conto com o apoio enorme da minha esposa Rosy que é Secretária Executiva. O jornal nestes 10 anos sobreviveu graças o apoio das Prefeituras, Câmaras Municipais e Comerciantes, pois o Sul Mineiro é distribuído gratuitamente aos leitores. Sempre procuramos oferecer nossos serviços com transparência e honestidade. Por isso agradecemos sua visita e pedimos que sempre dê uma olhadinha em nosso blog para conferir as novidades.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
BAEPENDI, sudeste/Minas Gerais, Brazil
LOJA DE NOIVA COMPLETA
Ocorreu um erro neste gadget