2013/08/24

Projeto Conservador de Águas de Extrema é referência no pagamento por serviços ambientais


Duas representantes da Copaíba estiveram em Extrema para conhecer as áreas recuperadas e saber mais sobre o projeto

Representantes da Associação Ambientalista Copaíba foram conhecer de perto a experiência do município mineiro de Extrema em restauração ambiental: o projeto Conservador de Águas.

A coordenadora de restauração florestal da Copaíba, Ana Paula Balderi, a secretária executiva da instituição, Flávia Balderi, e o diretor de Meio Ambiente da Prefeitura de Socorro, João Batista Preto de Godoy, foram recebidos pelo secretário de Meio Ambiente da prefeitura de Extrema e coordenador do programa, Paulo Henrique Pereira, que explicou como o projeto começou, como ele se mantém depois de oito anos em atividade e como a ideia de remunerar os proprietários rurais parceiros do projeto está sendo administrada.

“O objetivo da visita foi justamente absorver as práticas que estão dando certo em Extrema para podermos replicar na nossa região, como a compensação financeira para os proprietários que participam da restauração florestal”, explicou Flavia. De acordo com a bióloga a visita também teve outro intuito: conhecer áreas que já receberam mudas produzidas no Viveiro Florestal da Copaíba. “Somos parceiros da SOS Mata Atlântica, por meio do programa clickarvore, que doa as mudas ao Conservador das Águas. Atualmente as mudas plantadas nas propriedades participantes do Conservador das Águas, em Extrema, são fornecidas pelo Viveiro Florestal Copaíba”, destacou.

Das cerca de 500 mil mudas plantadas pelo projeto, 200 mil estão sendo fornecidas pela Copaíba. Além disso, o município de Extrema faz parte da área de atuação da Copaíba, por estar localizado na bacia do Rio Camanducaia.

Em seguida o gerente da equipe de plantio, Arlindo Cortez, levou o grupo para conhecer algumas áreas que já receberam os plantios de restauração florestal dentro do projeto Conservador de Águas e uma delas com as mudas produzidas no Viveiro Florestal da Copaíba.

Conheça o projeto - O Conservador de Águas visa conter os problemas ambientais causados pela falta de cobertura vegetal, como a escassez de água nas nascentes e erosões, além de propiciar manejo adequado da propriedade rural, aliado às práticas de conservação. Das três microbacias onde estão sendo desenvolvidas as ações, uma delas já possui todas as minas d´água em processo de restauração, ou seja, já foram cercadas e plantadas.

Mas o que destaca o projeto de Extrema dos demais projetos de restauração florestal é o pagamento por serviços ambientais, feito aos produtores rurais que aderem ao projeto e recuperam as matas de suas propriedades. Eles recebem mensalmente o valor correspondente a R$ 210,00 por hectare ao ano.

O valor foi obtido através de um calculo médio levando em consideração o que o proprietário teria de rendimento se a área destinada ao projeto continuasse sendo ocupada pelo gado. O pagamento pelos serviços ambientais é custeado pelos diversos parceiros do projeto, que envolve entidades do terceiro setor, verbas estaduais e federais (através do repasse do ICMS ambiental), empresas privadas, entre outras fontes.

A prática está dando tão certo que a prefeitura de Extrema recebeu diversos prêmios, o mais recente deles em Dubai, em março deste ano. A premiação foi oferecida pela ONU (Organizações das Nações Unidas), que premia as melhores práticas mundiais de conservação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM VINDO

Prezado amigo(a), para nós é uma satisfação a sua visita em nosso blog. Este blog é uma amostra das matérias que circula no Jornal Sul Mineiro. Nas coberturas do Sul Mineiro sempre daremos uma nota aqui. O Jornal Sul Mineiro, Turismo, Negócios e Informações, está na região desde de 2002, ou seja, 10 anos, fazendo um trabalho transparente, honesto e com credibilidade. Tive ao meu lado a minha filha Juliana que foi minha Secretária no início que me ajudou muito. Hoje conto com o apoio enorme da minha esposa Rosy que é Secretária Executiva. O jornal nestes 10 anos sobreviveu graças o apoio das Prefeituras, Câmaras Municipais e Comerciantes, pois o Sul Mineiro é distribuído gratuitamente aos leitores. Sempre procuramos oferecer nossos serviços com transparência e honestidade. Por isso agradecemos sua visita e pedimos que sempre dê uma olhadinha em nosso blog para conferir as novidades.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
BAEPENDI, sudeste/Minas Gerais, Brazil
LOJA DE NOIVA COMPLETA

National Geographic POD