2012/02/04

Servidores de Jesuânia recebem salário mínimo sem reajuste

Categoria recebe R$ 545 ao invés de R$ 622. Aumento deve passar por aprovação na Câmara. Servidores públicos de Jesuânia, no Sul de Minas, ainda recebem salário mínimo sem reajuste em 2011. O novo valor de R$ 622 já entrou em vigor, mas a categoria ainda recebe o valor antigo que é de R$ 545. O município possui 320 servidores na prefeitura. Pela Lei Federal isso não poderia acontecer. O fato é motivo de reclamação dos funcionários, que se sentiram prejudicados e procuraram a redação da EPTV em anonimato. No demonstrativo de pagamento de dois deles, referente a janeiro, o valor do vencimento base, sem as gratificações, ainda é do salário mínimo antigo. “Nenhum servidor municipal pode receber menos que o salário mínimo. Esse é um direito garantido pela Constituição Federal”, explica o advogado especialista em Administração Pública Luciano Adiel Lopes. O presidente do sindicato da categoria, Luis Carlos Batista, informou que alguns funcionários já procuraram a entidade para reclamar. O prefeito Luis Fernando Noronha confirma a defasagem salarial e garante que a situação será normalizada, mas que para pagar o novo valor do mínimo, o aumento tem que passar pela aprovação da Câmara de vereadores. Segundo o presidente da Câmara, Paulo Sérgio, nenhum projeto de Lei sobre o reajuste do vencimento dos servidores foi apresentado aos vereadores, que estavam em recesso. A próxima sessão para discutir o projeto acontece na terça-feira (7).FONTE: EPTV.COM

Um comentário:

  1. Em Baependi,infelizmente está acontecendo a mesmissima coisa,o prefeito não repassou o reajuste do governo,assim como no ano passado e 2010 também,os funcionários perderam 4 meses de aumento salarial.

    ResponderExcluir

SEJA BEM VINDO

Prezado amigo(a), para nós é uma satisfação a sua visita em nosso blog. Este blog é uma amostra das matérias que circula no Jornal Sul Mineiro. Nas coberturas do Sul Mineiro sempre daremos uma nota aqui. O Jornal Sul Mineiro, Turismo, Negócios e Informações, está na região desde de 2002, ou seja, 10 anos, fazendo um trabalho transparente, honesto e com credibilidade. Tive ao meu lado a minha filha Juliana que foi minha Secretária no início que me ajudou muito. Hoje conto com o apoio enorme da minha esposa Rosy que é Secretária Executiva. O jornal nestes 10 anos sobreviveu graças o apoio das Prefeituras, Câmaras Municipais e Comerciantes, pois o Sul Mineiro é distribuído gratuitamente aos leitores. Sempre procuramos oferecer nossos serviços com transparência e honestidade. Por isso agradecemos sua visita e pedimos que sempre dê uma olhadinha em nosso blog para conferir as novidades.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
BAEPENDI, sudeste/Minas Gerais, Brazil
LOJA DE NOIVA COMPLETA

National Geographic POD