2012/02/10

A Gerência de Meio Ambiente da prefeitura de São Lourenço autuou e multou a empresa Tríplice Rizal pela decepa de 10 árvores da cidade. A empresa foi contratada pela Cemig para podar, no ano passado, as árvores que ameaçavam a rede elétrica. Em algumas, porém, foi constatada a poda mal feita e excessiva, prejudicando a recuperação e até condenando as árvores. A Tríplice Rizal terá que pagar 5 UFM (Unidade Fiscal do Município), o equivalente a R$ 573,95, por cada uma das 10 árvores decepadas. O gerente de Meio Ambiente, Antônio Domingos Cabral, apresentou fotos das árvores agredidas e discutiu o problema com a concessionária de energia, que concordou que houve excesso nas podas. Segundo Cabral, durante a reunião a diretoria de Meio Ambiente da Cemig propôs fazer um levantamento de toda a arborização urbana de São Lourenço. Esse trabalho está sendo feito pela concessionária em Belo Horizonte e apenas em algumas cidades mineiras com mais de 100 mil habitantes. O diagnóstico vai identificar as espécies e sua localização nas ruas da cidade. A maioria das árvores vítimas das podas da Cemig são as Sibipirunas (Caesalpinia peltophoroides), uma espécie nativa da Mata Atlântica e a preferida do ex-presidente Juscelino Kubistchek, que mandou espalhá-la por toda Brasília. De acordo com o gerente de Meio Ambiente, a maior parte delas foi plantada nas ruas de São Lourenço, na década de 70, logo depois da morte do ex-presidente, em 1976. Apesar da beleza da espécie de copa larga e florada amarela, a árvore não é adequada para as áreas muito edificadas. Ela pode atingir até 25 metros de altura e sua copa 5 metros de diâmetro. Fonte: PMSL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM VINDO

Prezado amigo(a), para nós é uma satisfação a sua visita em nosso blog. Este blog é uma amostra das matérias que circula no Jornal Sul Mineiro. Nas coberturas do Sul Mineiro sempre daremos uma nota aqui. O Jornal Sul Mineiro, Turismo, Negócios e Informações, está na região desde de 2002, ou seja, 10 anos, fazendo um trabalho transparente, honesto e com credibilidade. Tive ao meu lado a minha filha Juliana que foi minha Secretária no início que me ajudou muito. Hoje conto com o apoio enorme da minha esposa Rosy que é Secretária Executiva. O jornal nestes 10 anos sobreviveu graças o apoio das Prefeituras, Câmaras Municipais e Comerciantes, pois o Sul Mineiro é distribuído gratuitamente aos leitores. Sempre procuramos oferecer nossos serviços com transparência e honestidade. Por isso agradecemos sua visita e pedimos que sempre dê uma olhadinha em nosso blog para conferir as novidades.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
BAEPENDI, sudeste/Minas Gerais, Brazil
LOJA DE NOIVA COMPLETA
Ocorreu um erro neste gadget