2012/02/26

Complexo industrial da Parmalat voltará a Itamonte .

Notícia auspiciosa chegou ao conhecimento da redação "JR" dando conta que o complexo industrial iniciado pela Parmalat, tendo passado para as mãos da Multilac e mais recente pela News Alimentos, está preste a voltar suas atividades fabris através da AIREX, uma empresa de Manaus, que comprou a unidade de Itamonte e está preparando-a para reabrir suas portas ainda no mês de março. A expectativa é que a empresa abra suas portas oferecendo 115 empregos. De início se dedicará a secagem de leite, e soro, para depois conquistar a confiança dos pecuaristas, quando passará a adquirir a matéria prima, ou seja, os leites deles. A AIREX, de propriedade do empresário Sérgio Lambert, está abrindo esta unidade em parceria com uma empresa francesa que hoje é detentora do nome Parmalat, nome este que poderá voltar a fazer presença na unidade fabril de Itamonte. Diz o prefeito de Itamonte, Marcos Tridon de Carvalho "Quem conhece aquele complexo industrial sabe que é um patrimônio gigantesco, hoje estagnado no tempo. A ansiedade de que este patrimônio volte a funcionar é muito grande e maior ainda é a expectativa de vermos o nome Parmalat tremulando novamente nesta empresa, como nos velhos tempos quando Itamonte vivia o clima do auge da empresa". Segundo Marcos Tridon, a Parmalat em Itamonte, chegou a empregar 600 funcionários. É certo que hoje, com a modernização dos equipamentos, a empresa realiza o mesmo serviço com um quadro menor de funcionários, ou seja, pode-se produzir bem mais com menos mão de obra. Então, com a reativação da empresa e a possibilidade de gerar 115 novos empregos na cidade, é um número considerado muito bom, número este que poderá chegar a 200 e até mesmo a 300. Segundo o CAGED – Cadastro Geral de Empregados do Ministério do Trabalho, o índice de geração de empregos em Itamonte ultrapassa os 120%. A cidade possui hoje 1.960 empregos com carteira assinada, dos quais 1.157 foram criados nesse governo que completa seu segundo ciclo, ou seja, mais da metade dos empregos registrados em carteira foi criada no governo de Marcos Tridon, isso, sem contar o pessoal que trabalha na informalidade. "Hoje não existe desempregado na cidade, o comércio está vendendo, os bancos crescendo. Segundo a gerência da Caixa Econômica Federal, regional Poços de Caldas, a unidade de Itamonte é a primeira em negócios da região, tanto é que urge a mudança de prédio, que sairá de dentro da Prefeitura, passando a ocupar as dependências da hoje, Câmara Municipal. O banco Santander cresceu, o banco do Brasil, na região, é quem possui maior número de funcionários. O Bancob possui cinco conselheiros, enquanto as outras unidades são dotados de quatro, tudo isso sem contar as novas lojas que estão chegando. Podemos dizer que oportunidade de emprego não falta. E sendo assim, eu deixo esse governo feliz, independente das rasteiras que nos tentam passar a todo momento, por divergências políticas", diz o prefeito. Marcos Tridon disse que o povo de Itamonte se tornou independente. Antigamente o gabinete do prefeito mais parecia uma assistência social, tamanho o número de pessoas que lá comparecia necessitando de alguma coisa. Diz o prefeito "No início do meu governo, atendíamos em média, 80 pessoas por dia apresentando todo tipo de dificuldades. Hoje não atendemos 20 por mês. Todo mundo está trabalhando, pois a gente deixou de dar o peixe na boca, passando a ensinar como pescar. Uma vez trabalhando a família Itamontense readquiriu sua dignidade, pois hoje não pede mais, ganha o seu sustento para suprir suas necessidades. Isto e o sonho de todo cidadão", diz o prefeito, que fala mais ainda. "Antigamente a gente tropeçava em pedreiros jogando carteados pelas esquinas, hoje você tem de agendar, ás vezes um ano inteiro, se precisar do trabalho de um deles. Está faltando pedreiro na cidade, tamanha a quantidade de obras que estão sendo edificadas em Itamonte. Todo mundo sabe que a construção civil é o termômetro que mede o crescimento de uma cidade". Centro de Treinamento, agora é pra valer! O prefeito Marcos Tridon de Carvalho disse que a indústria da boataria se encarregou de divulgar que a cidade havia perdido o seu Centro de Treinamento em Altitude. Falácias, nada além disso – "A gente está vivendo um momento muito bom pois, além de termos o centro de Treinamento de Alsene, teremos outro, que ocupará a área da Casa Alpina. Recentemente estive participando de uma reunião no Rio de Janeiro com autoridades do assunto, dentre elas representantes da Universidade Castelo Branco, que mais investe no esporte olímpico do Brasil, os proprietários da Pousada Alsene e do Hotel Casa Alpina, assim como Carlos Niemayer Neto, que faz parte da equipe de Oscar Niemayer, parceiro, vez que todo o projeto sairá do seu escritório, e está tudo acertado para que tenhamos em Itamonte um Centro dos mais modernos e avançados do Brasil, de forma que todos os nossos atletas olímpicos possam dele participar, se hospedarem já para os jogos olímpicos serão no Brasil em 2016. Na verdade serão dois centros, um complementando o outro", diz o prefeito. Esses centros serão dotados de hotelaria (alojamento para atletas), laboratórios, academia, piscina (aquecida) de 50 metros com seis raias, enfim, os atletas olímpicos serão cercados de todo um aparato moderno, confortável e de última geração de modo se condicionar para melhor representar o país nas competições internacionais. É sabido que o treinamento de um nadador hoje tem de ser em piscina de 50 metros e numa altura superior a 1.050 metros. A Casa Alpina fica numa altura de 2.200 metros, local melhor para condicionamento desses atletas, impossível. É o único lugar do país localizado a uma altura de 2 mil metros de altitude", finaliza o prefeito. Fonte: Jornal Regional.net

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM VINDO

Prezado amigo(a), para nós é uma satisfação a sua visita em nosso blog. Este blog é uma amostra das matérias que circula no Jornal Sul Mineiro. Nas coberturas do Sul Mineiro sempre daremos uma nota aqui. O Jornal Sul Mineiro, Turismo, Negócios e Informações, está na região desde de 2002, ou seja, 10 anos, fazendo um trabalho transparente, honesto e com credibilidade. Tive ao meu lado a minha filha Juliana que foi minha Secretária no início que me ajudou muito. Hoje conto com o apoio enorme da minha esposa Rosy que é Secretária Executiva. O jornal nestes 10 anos sobreviveu graças o apoio das Prefeituras, Câmaras Municipais e Comerciantes, pois o Sul Mineiro é distribuído gratuitamente aos leitores. Sempre procuramos oferecer nossos serviços com transparência e honestidade. Por isso agradecemos sua visita e pedimos que sempre dê uma olhadinha em nosso blog para conferir as novidades.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
BAEPENDI, sudeste/Minas Gerais, Brazil
LOJA DE NOIVA COMPLETA
Ocorreu um erro neste gadget