2014/01/19

Anta 'estressada' ataca comunidade e apavora moradores em MG


Bicho, que era mansinho, se transformou e agora destrói tudo o que vê.
Ibama diz que esse tipo de comportamento não é comum para essa espécie.


Produtores rurais de uma comunidade em Campos Gerais (MG) estão preocupados com o aparecimento de uma anta. Quando o animal chegou, segundo os moradores, ela era dócil, mas de uns meses para cá, o bicho começou a atacar animais, destruir plantações e já atacou até crianças.

"Ela tá muito nervosa, eu nem sei, porque ela não era assim. Ela era mansinha, vinha perto da gente, a gente passava a mão, agora ela mudou", conta a dona de casa Janaína Aparecida dos Santos.

Produtores da região até já desistiram de plantar por causa do animal.

"Ela destrói tudo, devora as plantações, eu até desisti, porque já tenho pouca saúde e vou ficar trabalhando pro bicho comer?", pergunta o produtor José Sobrinho.

Nem os animais e as crianças foram poupadas pela anta.

"À noite ela joga os porcos para fora, começa a machucar eles, chega a matar, tanto que já matou três porcos", reclama o produtor Afonso Damasceno. "O menino estava brincando, ela veio no menino, só que aí estava passando um cachorrinho e ela pegou e estraçalhou o cachorrinho. O menino se salvou pelo cachorrinho", completa o também produtor Antônio Damasceno.

Segundo o chefe do escritório regional do Ibama em Lavras (MG), Adriano Garcia de Souza, esse tipo de comportamento não é comum nesta espécie. Conforme Souza, por ser um animal silvestre e não pertencer à região, a anta deve ser encaminhada para um local apropriado.

"A anta geralmente é um animal de hábito muito dócil. Ela só ataca para defender sua cria ou se ela se sentir ameaçada. É muito raro um ataque desse tipo de animal. O ideal seria que ela fosse capturada e levada para um ambiente mais propício para a manutenção dela. Uma unidade de conservação, onde tivesse uma floresta, um curso d´água, onde ela pudesse se sentir no seu habitat natural", diz Souza.

Os moradores garantem que enquanto a anta estiver rondando os sítios da região, eles não terão sossego.

"Todo mundo está com medo porque quando ela apareceu a gente achava que era um bicho mansinho, até tirei foto dela, a gente não esperava que ela fosse ficar tão furiosa assim. A gente não pode matar porque ela tem uma vida e é por isso que é preciso que se tome uma providência", disse a dona de casa Ângela Maria Pereira
FONTE : G1 SUL DE MINAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM VINDO

Prezado amigo(a), para nós é uma satisfação a sua visita em nosso blog. Este blog é uma amostra das matérias que circula no Jornal Sul Mineiro. Nas coberturas do Sul Mineiro sempre daremos uma nota aqui. O Jornal Sul Mineiro, Turismo, Negócios e Informações, está na região desde de 2002, ou seja, 10 anos, fazendo um trabalho transparente, honesto e com credibilidade. Tive ao meu lado a minha filha Juliana que foi minha Secretária no início que me ajudou muito. Hoje conto com o apoio enorme da minha esposa Rosy que é Secretária Executiva. O jornal nestes 10 anos sobreviveu graças o apoio das Prefeituras, Câmaras Municipais e Comerciantes, pois o Sul Mineiro é distribuído gratuitamente aos leitores. Sempre procuramos oferecer nossos serviços com transparência e honestidade. Por isso agradecemos sua visita e pedimos que sempre dê uma olhadinha em nosso blog para conferir as novidades.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
BAEPENDI, sudeste/Minas Gerais, Brazil
LOJA DE NOIVA COMPLETA

National Geographic POD