2014/04/19

Queda do nível de Furnas atrapalha a vida de pescadores no Sul de MG


Nível está cerca de 10 metros abaixo do limite máximo de 768 metros.Volume útil está em 19%, devido à necessidade de geração de energia.
A baixa do nível do Lago de Furnas tem atrapalhado a pescaria de quem gosta de passar o tempo às margens do reservatório. Neste feriado de sexta-feira (18) por exemplo, os peixes não apareceram. A vida dos pescadores ainda estava tão difícil, que além da escassez de peixes, eles ainda tiveram que disputar o que tinham com as garças.
"Está difícil pescar, só tem peixe miúdo. Esse lugar não era assim não, está parecendo um campo de futebol", relata o comerciante Jésus de Carvalho, que saiu de Camanducaia (MG) com mais cinco amigos para pescar.
A situação do Lago de Furnas neste período é a mais crítica dos últimos 13 anos. O nível está cerca de 10 metros abaixo do máximo, que é de 768 metros acima do nível do mar. O atual nível corresponde a apenas 19% do volume útil do lago, que banha 34 cidades em todo o Sul de Minas. Segundo a Associação dos Municípios do Entorno do Lago de Furnas (Alago), a previsão é de que a situação volte ao normal em dois anos.
Em março, o nível da represa estava em 31,69%, mas dias depois, caiu para 30,93% e agora está com 19%. A queda acontece devido à necessidade de geração de energia por parte da Hidrelétrica de Furnas. O recuo acontece na contramão do que é previsto para esta época do ano. Normalmente, entre outubro e abril, as chuvas são abundantes, o que favorece o Sistema Elétrico Nacional.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM VINDO

Prezado amigo(a), para nós é uma satisfação a sua visita em nosso blog. Este blog é uma amostra das matérias que circula no Jornal Sul Mineiro. Nas coberturas do Sul Mineiro sempre daremos uma nota aqui. O Jornal Sul Mineiro, Turismo, Negócios e Informações, está na região desde de 2002, ou seja, 10 anos, fazendo um trabalho transparente, honesto e com credibilidade. Tive ao meu lado a minha filha Juliana que foi minha Secretária no início que me ajudou muito. Hoje conto com o apoio enorme da minha esposa Rosy que é Secretária Executiva. O jornal nestes 10 anos sobreviveu graças o apoio das Prefeituras, Câmaras Municipais e Comerciantes, pois o Sul Mineiro é distribuído gratuitamente aos leitores. Sempre procuramos oferecer nossos serviços com transparência e honestidade. Por isso agradecemos sua visita e pedimos que sempre dê uma olhadinha em nosso blog para conferir as novidades.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
BAEPENDI, sudeste/Minas Gerais, Brazil
LOJA DE NOIVA COMPLETA
Ocorreu um erro neste gadget