2013/11/29

Produtores de café bloqueiam entrada de Monte Sião em protesto

Cafeicultores querem preço mínimo de R$ 350 a saca do produto.
Preço gasto para produção é de R$ 290 e venda tem sido a R$ 190.

Produtores pedem providências ao Governo Federal (Foto: Carlos Azevedo)
Pelo menos 200 produtores de café participaram de um protesto no trevo de entrada de Monte Sião (MG) nesta quinta-feira (28). Segundo a Polícia Rodoviária Estadual (PRE), o protesto foi pacífico e não houve incidentes. Os produtores fecharam a entrada do município e queimaram pneus e galhos secos para chamar a atenção em relação aos baixos preços da saca de café.

De acordo com a polícia, o protesto começou na MG-459 e o trânsito ficou bloqueado por alguns minutos com tratores e caminhões, antes dos produtores seguirem para a frente do Banco do Brasil.

Produtores fecharam entrada da cidade para protesto (Foto: Carlos Azevedo)
Produtores fecharam entrada da cidade para
protesto (Foto: Carlos Azevedo)De acordo com os produtores, a insatisfação com o baixo preço do café foi o que motivou a manifestação. “Queremos que o Governo Federal tome alguma providência em relação a isso, porque o valor de produção da saca é de R$ 290 e temos vendido a R$ 190. O ideal seria um preço mínimo de R$ 350 por saca”, disse o produtor Carlos Azevedo.

Ainda de acordo com ele, vários produtos tem ido à falência por causa do baixo preço. “Muita gente está se desfazendo de suas propriedades para pagarem os empréstimos contraídos junto ao Banco do Brasil. Está claro o desânimo dos produtores rurais com o café, pois não há, por parte do governo, uma política sustentável que dê ao setor perspectivas de dias melhores”, destacou.
FONTE; G1 SUL DE MINAS

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM VINDO

Prezado amigo(a), para nós é uma satisfação a sua visita em nosso blog. Este blog é uma amostra das matérias que circula no Jornal Sul Mineiro. Nas coberturas do Sul Mineiro sempre daremos uma nota aqui. O Jornal Sul Mineiro, Turismo, Negócios e Informações, está na região desde de 2002, ou seja, 10 anos, fazendo um trabalho transparente, honesto e com credibilidade. Tive ao meu lado a minha filha Juliana que foi minha Secretária no início que me ajudou muito. Hoje conto com o apoio enorme da minha esposa Rosy que é Secretária Executiva. O jornal nestes 10 anos sobreviveu graças o apoio das Prefeituras, Câmaras Municipais e Comerciantes, pois o Sul Mineiro é distribuído gratuitamente aos leitores. Sempre procuramos oferecer nossos serviços com transparência e honestidade. Por isso agradecemos sua visita e pedimos que sempre dê uma olhadinha em nosso blog para conferir as novidades.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
BAEPENDI, sudeste/Minas Gerais, Brazil
LOJA DE NOIVA COMPLETA
Ocorreu um erro neste gadget