2013/01/17

Polícia instaura inquérito para apurar morte de soterrados em Lambari, MG

Segundo secretário de Obras, oficina foi construída de forma irregular. Duas pessoas morreram após barranco desmoronar. A Polícia Civil instaurou inquérito para apurar a morte de duas pessoas que foram soterradas enquanto trabalhavam em uma oficina mecânica em Lambari (MG). A perícia esteve no local do deslizamento de terra nesta terça-feira (15). De acordo com o secretário de Obras do município, Evaldo Antônio Gorgulho, a oficina estava construída de forma irregular e a obra sequer tinha cadastro na prefeitura. O caso aconteceu nesta segunda-feira (14). Segundo o delegado responsável pelo caso, Marcelo Guerra, os policiais devem ouvir as pessoas envolvidas e a partir do resultado da perícia serão definidos quais crimes foram cometidos. O dono do terreno foi procurado para falar sobre o assunto, mas ele não foi encontrado. Irregularidades O secretário de Obras apontou as irregularidades. "No que diz respeito a projetos na prefeitura, registro no Crea, pelo que me consta não há cadastro dela na prefeitura. A irregularidade é de ordem técnica. Ali seria necessário construir um muro de arrimo e não uma parede como foi feito, com cinco metros de altura, sem estrutura nenhuma para a colisão de terrenos. Ela não suportou o peso da terra que caiu", disse. Ainda segundo ele, a oficina deverá ser demolida, já que era construída com pilares de madeira, sem nenhuma resistência. saiba maisOficina onde 2 morreram soterrados estava irregular, diz secretário Vítimas de deslizamento em Lambari são enterradas Menina escapou de desabamento por 15 minutos, diz testemunha Barranco desaba sobre oficina e deixa 2 mortos em Lambari, MG Outras obras que estão ao lado da oficina atingida terão que ser fiscalizadas. "À esquerda e à direita existem algumas obras que nós vamos fiscalizar se existe essa contenção. Se não existir, eles serão obrigados a fazer ou serão responsabilizados", completou. Leandro Inácio de Souza, de 22 anos e Diogo Ferreira Lopes, de 31 anos, foram enterrados na tarde desta terça-feira. A filha de Lopes, de apenas 5 anos, estava no local do deslizamento 15 minutos antes, mas foi para outro cômodo para assistir televisão. Ela não ficou ferida. Fonte: G1 Sul de MInas(Foto: Reprodução EPTV)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM VINDO

Prezado amigo(a), para nós é uma satisfação a sua visita em nosso blog. Este blog é uma amostra das matérias que circula no Jornal Sul Mineiro. Nas coberturas do Sul Mineiro sempre daremos uma nota aqui. O Jornal Sul Mineiro, Turismo, Negócios e Informações, está na região desde de 2002, ou seja, 10 anos, fazendo um trabalho transparente, honesto e com credibilidade. Tive ao meu lado a minha filha Juliana que foi minha Secretária no início que me ajudou muito. Hoje conto com o apoio enorme da minha esposa Rosy que é Secretária Executiva. O jornal nestes 10 anos sobreviveu graças o apoio das Prefeituras, Câmaras Municipais e Comerciantes, pois o Sul Mineiro é distribuído gratuitamente aos leitores. Sempre procuramos oferecer nossos serviços com transparência e honestidade. Por isso agradecemos sua visita e pedimos que sempre dê uma olhadinha em nosso blog para conferir as novidades.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
BAEPENDI, sudeste/Minas Gerais, Brazil
LOJA DE NOIVA COMPLETA

National Geographic POD