2013/01/22

CARNAVAL DE SÃO LOURENÇO EM NOVO LUGAR

São Lourenço (MG) é o destino de quem procura tranquilidade, mas quando o assunto é carnaval, a cidade é uma das poucas que ainda mantém o tradicional carnaval de marchinhas. A Praça do Centro da cidade sempre foi o ponto de encontro dos foliões que seguem o Bloco do Pijama pelas ruas de São Lourenço, porém neste ano, a festa foi transferida para o Parque de Exposições da ilha, e a mudança tem causado polêmica entre os moradores. Em 2012, cerca de 20 mil pessoas brincaram o carnaval em São Lourenço e a expectativa para este ano é de um público de 38 mil. A Praça João Lage tem ficado pequena para acomodar tanta gente e isso coloca em risco a segurança de quem quer se divertir. No carnaval do ano passado, um estudante de Itajubá (MG) morreu depois de ser esfaqueado durante um show do cantor Latino. "A segurança é um dos principais motivos para a mudança. Nós tivemos 20, 25 mil pessoas na Festa de Agosto no local, que segue o modelo determinado pelos bombeiros, e atendimento de pronto-socorro, realizamos uma série de eventos norteados pela segurança, como será no carnaval", afirma o prefeito José Neto. Ainda segundo o prefeito, o funk não está proibido. Música alta está liberada na praça até à uma hora da madrugada, e na ilha até às cinco da manhã. O Parque de Exposições tem uma área de 60 mil metros quadrados e está próximo do Centro, ao lado do Parque das Águas. Segundo o Corpo de Bombeiros, no local é possível instalar detector de metais e evitar que casos como o do estudante voltem a acontecer. "Nós vamos atender primeiros-socorros, o fluxo de pessoas também condiz com as saídas de emergência", afirma o sargento do Corpo de Bombeiros, Luciano Pereira Rosa. Os estudantes Romano Vieira da Silva e Camila de Castro Santos não gostaram nada da ideia e criaram uma página em uma rede social para discutir o assunto. Em dois dias, foram mais de 1,3 mil acessos. Eles acreditam que o carnaval da cidade pode perder suas tradições. "É um lugar fechado, as pessoas não gostam de dançar em locais assim", afirma Camila. Já Silva acredita que, por ser um lugar fechado, as pessoas vão ficar com medo de brigas. O carnaval aconteceu na ilha pela primeira vez em 2002, mas como a população não aprovou, a festa voltou para a praça. Porém, neste ano, os moradores querem é que a festa seja bonita e sem incidentes. "Na festa de agosto o pessoal adaptou. No primeiro ano vai ser esquisito, mas depois as pessoas acostumam", comenta a auxiliar de produção Daniele de Souza Castro. Fonte: eptv/vga

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM VINDO

Prezado amigo(a), para nós é uma satisfação a sua visita em nosso blog. Este blog é uma amostra das matérias que circula no Jornal Sul Mineiro. Nas coberturas do Sul Mineiro sempre daremos uma nota aqui. O Jornal Sul Mineiro, Turismo, Negócios e Informações, está na região desde de 2002, ou seja, 10 anos, fazendo um trabalho transparente, honesto e com credibilidade. Tive ao meu lado a minha filha Juliana que foi minha Secretária no início que me ajudou muito. Hoje conto com o apoio enorme da minha esposa Rosy que é Secretária Executiva. O jornal nestes 10 anos sobreviveu graças o apoio das Prefeituras, Câmaras Municipais e Comerciantes, pois o Sul Mineiro é distribuído gratuitamente aos leitores. Sempre procuramos oferecer nossos serviços com transparência e honestidade. Por isso agradecemos sua visita e pedimos que sempre dê uma olhadinha em nosso blog para conferir as novidades.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
BAEPENDI, sudeste/Minas Gerais, Brazil
LOJA DE NOIVA COMPLETA
Ocorreu um erro neste gadget