2012/03/07

17ª Companhia de Policia Militar Independente de Meio Ambiente e Transito apresenta resultados da Piracema

A palavra piracema é de origem tupi e significa "subida do peixe". Refere-se ao período em que os peixes buscam os locais mais adequados para desova e alimentação. O fenômeno acontece todos os anos, coincidindo com o início do período das chuvas. Por conta disso, entre 1° de novembro de 2011 e 28 de fevereiro deste ano a grande maioria das modalidades de pesca estavam proibidas. O objetivo dessa medida é permitir a desova dos peixes, preservando a piscosidade dos cursos. Durante a piracema, a 17ª Cia PM Ind MAT desenvolveu ações e operações de cunho educativo, preventivo e repressivo. Destaque para a distribuição de folders, com orientações e dicas a população. Durante o período foram apreendidos 206 quilos de pescado, sendo fiscalizados 153 estabelecimentos comerciais. Foram retirados de circulação 386 petrechos e armadilhas proibidas para pesca, além de apreendidas 319 redes. No total quase R$ 48 mil em multas foram aplicadas e 18 pessoas foram presas. Para o Comandante da Unidade, Major Cássio Eduardo Soares Fernandes, os números são expressivos e refletem todo o bom trabalho de fiscalização no período. A preservação ambiental mais uma vez foi alcançada. Apesar da época ser livre para a pescaria amadora, é necessário o cadastramento no site do Ministério da Pesca e Aquicultura (www.mpa.gov.br), onde uma carteira de pescador é expedida rapidamente. Para a pesca sem embarcação a taxa de tal carteira é de R$ 26. Já para a atividade embarcada o valor é de R$ 60. Assessoria de Comunicação Organizacional da 17ª Cia PM Ind MAT Paz no Trânsito, Natureza Viva.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

SEJA BEM VINDO

Prezado amigo(a), para nós é uma satisfação a sua visita em nosso blog. Este blog é uma amostra das matérias que circula no Jornal Sul Mineiro. Nas coberturas do Sul Mineiro sempre daremos uma nota aqui. O Jornal Sul Mineiro, Turismo, Negócios e Informações, está na região desde de 2002, ou seja, 10 anos, fazendo um trabalho transparente, honesto e com credibilidade. Tive ao meu lado a minha filha Juliana que foi minha Secretária no início que me ajudou muito. Hoje conto com o apoio enorme da minha esposa Rosy que é Secretária Executiva. O jornal nestes 10 anos sobreviveu graças o apoio das Prefeituras, Câmaras Municipais e Comerciantes, pois o Sul Mineiro é distribuído gratuitamente aos leitores. Sempre procuramos oferecer nossos serviços com transparência e honestidade. Por isso agradecemos sua visita e pedimos que sempre dê uma olhadinha em nosso blog para conferir as novidades.

Arquivo do blog

Quem sou eu

Minha foto
BAEPENDI, sudeste/Minas Gerais, Brazil
LOJA DE NOIVA COMPLETA

National Geographic POD